"Auto-ajuda para quem está num filme de máfia dirigido por Martin Scorsese"
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

"Auto-ajuda para quem está num filme de máfia dirigido por Martin Scorsese"

Ricardo Lombardi

05 Março 2009 | 05h50

Este post eu peguei lá no ótimo blog do Michel Laub. Bem bacana.

“Auto-ajuda para quem está num filme de máfia dirigido por Martin Scorsese”

“1. Se você não for italiano e receber algum convite esquisito feito por italianos, para algo como uma cerimônia de iniciação entre italianos ou um encontro no deserto com italianos, não vá.

 2. Se começar a tocar um riff ou solo de guitarra dos anos 1960, largue tudo e saia correndo.

 3. Se por algum acaso, numa loja de conveniência ou até dentro de um porta-malas, você enxergar, ouvir a voz ou intuir a presença da mãe do diretor, sinto informar que há más notícias no horizonte.

 4. Não use roupão.

 5. Não presenteie ninguém com jóias ou casacos de pele.

 6. Não faça malabarismos num programa de TV nem deixe a babá do seu filho falar ao telefone.

 7. Por mais tentador que seja, e sei bem que é, não mande surrar os antigos pretendentes da sua mulher.

 8. Por mais tentador que seja, e nem precisamos perder tempo discutindo a respeito, não case com esta mulher.

 9. Se você for cozinheiro: use a mesma quantidade de recheio em cada muffin. Se for garçom: cuide com quem vai fazer piadinhas. Se for carteiro: envelopes com logotipo de escolas municipais não devem chegar ao seu destino. Se vender perucas: tudo bem pular na piscina diante das câmeras, o problema é não pagar os credores em dia.

 10. E sobretudo: se você estiver em meio a um flashback, com uns dez ou doze anos de idade, relativamente conformado em engraxar sapatos ou apanhar do seu pai sem motivo, em hipótese alguma estimule qualquer tipo de contato, amizade ou negócio com Joe Pesci.”