Episódio de ‘Uma Família da Pesada’ em 2005 sugeriu abuso de Kevin Spacey
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Episódio de ‘Uma Família da Pesada’ em 2005 sugeriu abuso de Kevin Spacey

Seth McFarlane, autor da animação, já havia 'acusado' abusos de Harvey Weinstein anos antes das denúncias virem a público

Guilherme Sobota

30 Outubro 2017 | 12h21

Um trecho de um episódio de Uma Família da Pesada (Family Guy) ressurgiu nas redes socias após as denúncias de abuso sexual contra Kevin Spacey. No episódio, o personagem Stewie, o bebê da família, passa correndo por um shopping pedindo por socorro, nu e dizendo: “Eu escapei do porão de Kevin Spacey”. Veja:

+ Kevin Spacey pede desculpas por assédio e fala de sua sexualidade

Anthony Rapp revelou neste fim de semana ao site americano Buzzfeed ter sido assediado por Spacey em uma festa ocorrida em 1986, quando Rapp tinha 14 anos, e Spacey, 26. Em suas redes sociais, o ator pediu desculpas e disse que “hoje vive como um homem gay”.

O pedido de desculpas foi recebido muito mal pela comunidade artística internacional nas redes sociais. A decisão de Spacey de falar em público pela primeira vez sobre sua homossexualidade e dizer que provavelmente estava bêbado recebeu uma enxurrada de críticas, e o ator agora está sendo acusado de relacionar sua orientação sexual com violência e assédio.

(FILES): This file photo taken on February 23, 2016 shows actor Kevin Spacey arriving for  the season 4 premiere screening of the Netflix show

Kevin Spacey. Foto: AFP PHOTO / Nicholas Kamm

A “previsão” de Seth McFarlane é parecida com outro caso: em 2013, quando apresentou o Oscar, o ator também fez um comentário em relação a Harvey Weinstein, dizendo que as atrizes indicadas já não precisavam mais “fingir que gostavam dele”.

No Twitter, McFarlane disse que o comentário vinha sim de um lugar de “raiva e desprezo”.

“Não há nada mais nojento e indefensável do que abuso de poder como esse. Eu respeito e aplaudo minha amiga Jessica e aquelas dividindo suas histórias pela sua decisão de vir a público, e por estarem espalhando a verdade”, escreveu ainda.