Brasileira ganha concurso italiano de ‘Cartas para Julieta’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasileira ganha concurso italiano de ‘Cartas para Julieta’

Eliana Souza

15 Fevereiro 2018 | 11h36

A carta de amor de uma brasileira foi destaque em um concurso realizado anualmente em Verona, na Itália.

Gisele Fialho Mota é uma das três vencedoras do prêmio Cara Julieta, que escolhe as melhores correspondências enviadas para a Casa de Julieta, museu italiano que homenageia a heroína de William Shakespeare.

Além da brasileira, foram escolhidas as cartas assinadas por Cristoph Hartwig, da Alemanha, e Monica Gomez Delgado, da Espanha.

Cena do filme 'Cartas para Julieta', com Amanda Seyfried

Cena do filme ‘Cartas para Julieta’, com Amanda Seyfried (foto: Paris Filmes)

Mota, 28 anos, é bióloga e deixou o Brasil em 2017, quando se mudou para Verona. Na carta, ela relata uma história de amor que nasceu nas “notas de um violino” durante uma viagem. “Os nossos olhares e talvez até os nossos corações se encontraram pela primeira vez naquele concerto… Aquelas músicas me tocaram profundamente a alma e me fizeram vagar sem rumo pelo resto da noite”, escreveu no texto.

“Então decidi contratar o maestro que tocou como solista naquela noite… Desde então, foram momentos preciosos, entre conversas a 10 mil quilômetros de distância… E um ano da nossa vida entre lágrimas e abraços de adeus no aeroporto”, completou.

A entrega do prêmio acontecerá na próxima sexta-feira, 16, na Casa de Julieta. Além de atração turística, o local conta com as “secretárias de Julieta”. Os visitantes podem escrever cartas de amor e posicioná-las entre os tijolos da estrutura, com nome completo e endereço. Posteriormente, as “secretárias” leem o texto e enviam uma resposta ao autor, com um conselho sobre sua situação amorosa.

A casa já foi até tema de um filme norte-americano, Cartas para Julieta (2010). O longa-metragem narra a história de Sophie, uma aspirante a escritora que viaja para a Itália acompanhada de seu noivo, Victor, que sonha em construir um restaurante. Mas como o homem está interessado na gastronomia local, Sophie acaba conhecendo as secretárias de Julieta e ajudando-as com o trabalho de responder as cartas. (ANSA)