Festival gratuito no Rio de Janeiro reúne psicodelia, rap e o pagode baiano envenenado do ÀTTØØXXÁ
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Festival gratuito no Rio de Janeiro reúne psicodelia, rap e o pagode baiano envenenado do ÀTTØØXXÁ

Pedro Antunes

17 Março 2018 | 11h25

Com um escopo estético e sonoro abrangente, que vai da psicodelia ao rap, passando pela vanguarda eletrônica e pelo pagode baiano envenenado por beats, o festival #DÁPRAFAZER volta ao Rio de Janeiro.

E o melhor, o evento realizado neste sábado, 17, a partir das 14h, no Largo Alexandre Herculano, é gratuito.

ÀTTØØXXÁ é formato por Rafa Dias, OZ, Raoni Knalha e Osmar Gomes ( Foto: Rafael Ramos)

Idealizado pela Rider, o #DÁPRAFAZER se reuniu com Heavy Baile, Lab Fantasma, Comuna e Balaclava Records para preparar um line-up que reúne a música sem barreiras.

A Balaclava, por exemplo, traz Terno Rei e Raça, ambas de São Paulo.  Já a Lab Fantasma, selo de Emicida e Fióti, reúne três rappers poderosas, Dory de Oliveira, Yas Werneck e Áurea Semiseria, de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, respectivamente. A Heavy Baile convida a ÀTTØØXXÁ, o fenômeno que funde o pagode baiano com um punhado de batidas afiadas e é dono de um dos hits do carnaval, Popa de Bunda (vale a pena assistir ao vídeo abaixo, eu garanto).

Por fim, a Comuna traz os beats hipnotizantes e de vanguarda de nomes como MambaNegra e a chilena Valesuchi.

Com isso, a programação completa do #DÁPRAFAZER é a seguinte:

14h às 16h20 – Balaclava convida: Terno Rei (SP) + Raça (SP)
16h30 ás 18h20 – LAB Fantasma convida Dory de Oliveira (SP), Yas Werneck (RJ) e Áurea Semiseria (BA)
18h30 ás 21h – Heavy Baile (RJ) convida ÀTTØØXXÁ (BA)
21h20 ás 24h – COMUNA convida: MambaNegra, Show com Teto Preto, LiveSets DJ Valesuchi (Chile) e Domina

A segunda edição do festival tem como tema A RUA CRIA e trará, também, uma feita de moda com marcas e estilistas brasileiros independentes de streetwear.

Para mais informações, confira no evento do Facebook.