Dot Legacy, a mais brasileira das bandas indies francesas, lança clipe para a melancólica ‘Children Go Float’; assista
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dot Legacy, a mais brasileira das bandas indies francesas, lança clipe para a melancólica ‘Children Go Float’; assista

Pedro Antunes

30 Novembro 2017 | 09h57

“A mais brasileira das bandas indies francesas” pode parecer exagero.
(E talvez seja, mas qual seria o problema?)
O fato é que a Dot Legacy, vinda de Paris, vive um caso de amor com o Brasil.

Dot Legacy (Foto: Elemess)

E isso se deve não apenas ao fato de que um dos integrantes namora há tempos com uma brasileira.

O status de “em relacionamento sério” com o Brasil inclui a turnê dos caras por aqui, que já passou pelo festival Do Sol, em Natal, por shows no Recife e Fortaleza.


E incluirá ainda: um showcase na quinta edição da SIM São Paulo (dia 8 de dezembro, às 17h40, no CCSP); uma apresentação na noite Family Mob, na mesma data; um show no Bar Opinião (em Porto Alegre, dia 10), com  a Fresno; e outro na volta a São Paulo (dia 16, no Morada), com o Medulla.

Ufa.

Além disso, eles assinaram com a Elemess, que tem, no seu portifólio, bandonas nacionais como Far From Alaska, Supercombo, Medulla, Ego Kill Talent, Plutão Já Foi Planeta, entre outras.

No novo selo, Damien Quintard (voz e baixo), Arnaud Merckling (guitarra e teclado), John Defontaine (guitarra) e Arthur Menard (bateria) o EP Stereo.

E, veja só, uma das músicas do álbum tem o título em português – é Vivendo Só:

E mais importante que tudo isso na aproximação da banda com o Brasil é que eles lançam, aqui no brasileiríssimo blog Outra Coisa, o seu novo clipe (hahaha!).

Trata-se do vídeo da melancólica Children Go Float,  também do Stereo, dirigido por Jean-Suliac Defontaine.

É um interessante (e angustiante) mergulho literal pelos versos cantados chorosamente por Quintard.

No vídeo, o vocalista aparece submerso ao longo dos pouco mais de três minutos de música. Para isso, o sujeito treinou a respiração, com supervisão, por três semanas. E ainda queimou o rosto com um dos fogos que aparecem no clipe – mas, calma, o rapaz está bem.

Tudo foi gravado em sequência sem cortes.

Dot Legacy (Foto: Elemess)

Em Children Go Float, o Dot Legacy amansa a guitarra em função do pesar que a canção exige. Os conhecidos refrões estrelares e ruidosos da banda também são deixados de lado aqui.

Sem o vídeo, a música já sufocava.
Agora, é quase angustiante – num bom sentido.

Confira, abaixo, o clipe de Children Go Float, do Dot Legacy: