Wim Wenders abre o Festival de San Sebastián

Wim Wenders abre o Festival de San Sebastián

Rodrigo Fonseca

02 Agosto 2017 | 09h44

Alicia Vikander e James McAvoy encaram o amor e a desilusão em “Submergence”

Rodrigo Fonseca
Wim Wenders é quem vai inaugurar a 65ª edição do Festival de San Sebastián (22 a 30 de setembro), um dos mais prestigiados eventos do audiovisual no mundo, com sede na Espanha, que acolherá uma projeção do mais recente trabalho de ficção do cineasta alemão: Submergence. Alicia Vikander e James McAvoy vivem o casal central desta love story maculada pela guerra, na qual uma bióloga marinha ocupada em buscar nas águas a origem da vida na Terra se apaixona por um engenheiro hidráulico ligado ao Serviço Secreto Britânico.

 No dia 16 de agosto serão anunciados os concorrentes da seleta Horizontes Latinos, na qual o Brasil pode ter boa presença. Especula-se que dois longas-metragens de DNA carioca – Unicórnio, de Eduardo Nunes, e Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor – possam dar as caras pelo festival espanhol. Estima-se ainda a presença de O Grande Circo Místico, de Cacá Diegues, na competição oficial. San Sebastián este ano vai prestar uma homenagem ao ator argentino Ricardo Darín, com um prêmio especial pelo conjunto de sua carreira. Ele ainda vai apresentar o thriller político La Cordillera, uma das sensações de Cannes deste ano.

Ainda na lista de especulações sobre SS, cogita-se que o evento vai acolher dois animês premiados em Annecy (o maior festival de animação do mundo): Lu Over the Wall, de Masaaki Yuasa, que ficou com o troféu Cristal de melhor filme na mostra animada francesa, e In This Corner of The World, de Sunao Katabushi, que lá conquistou o Prêmio Especial do Júri.  O primeiro explora a relação entre um adolescente tímido com uma sereia. O segundo resgata traumas relativos à bomba atômica em Hiroshima, no fim da Segunda Guerra Mundial.