Miles Davis na Berlinale

Miles Davis na Berlinale

Rodrigo Fonseca

18 Janeiro 2016 | 12h30

Don Cheadle dirige e estrela

Don Cheadle dirige e estrela “Miles Ahead”

Cada vez mais reticente nas telonas, por conta de seu trabalho na TV à frente de House of Lies, Don(ald Frank) Cheadle vai apresentar no 66º Festival de Berlim (11 a 22 de fevereiro) seu exercício de estreia como realizador de longas-metragens: Miles Ahead, no qual incorpora um mito do jazz: Miles Davies (1926-1991). Mais do que exercitar o que aprendeu filmando com bambas como Steven Soderbergh e Robert Zemeckis, Don se arrisca como ator, saindo da zona de conforto dos personagens disciplinados pelos quais ganhou fama e encarna Miles em um período de temporal criativo e afetivo, com carreiras de cocaína demais para cheirar. O foco da dramaturgia se concentra em um ato de revisão de si mesmo forçado por uma entrevista entre ele e o repórter Dave Braden (Ewan McGregor). Berlim escalou o longa numa seleção paralela, fora da luta pelo Urso de Ouro. Ao lado dele foram escalados A Quiet Passion, de Terence Davies; Creepy, do mestre do terror Kiyoshi Kurosawa; A Serious Game, de Pernilla August; e National Bird, de Sonia Kennebeck. Estima-se que O Regresso, o épico papa-prêmio de Alejandro González Iñárritu, vai ser exibido no festival alemão, em meio a seu périplo para conseguir um Oscar para Leonardo DiCaprio.

p.s.: Nesta quarta-feira, dia 19, o Canal Brasil exibe um dos documentários de maior elegância narrativa do cinema brasileiro contemporâneo: Campo de Jogo, de Eryk Rocha. Na superfície se vê futebol. No miolo: inclusão. Rolam na tela 71 (eletrizantes) minutos de dribles. E, a partir deles, o realizador de Transeunte (2010), que é filho do mítico Glauber Rocha, observa a dinâmica de um campeonato de times ainda não profissionais, cujos jogadores são egressos de periferias (favelas, sobretudo), em Sampaio, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro. Vemos peladas retratadas como poesia. Com base nos lances dos jovens aspirantes a craques, Eryk arrebata a tela com uma experiência visual na qual repensa o papel do esporte como exercício de socialização. O diretor prepara agora um doc sobre Cinema Novo.

“Campo de Jogo”: doc sobre futebol de Eryk Rocha

Mais conteúdo sobre:

BerlinaleDon CheadleMiles Ahead