Exclusivo: em novo disco, Bike pedala alto para alcançar novas dimensões; ouça
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Exclusivo: em novo disco, Bike pedala alto para alcançar novas dimensões; ouça

Pedro Antunes

10 Abril 2017 | 09h53

Álbum ‘Em Busca da Viagem Eterna’ é lançado pelo selo 30th Century Records, do produtor norte-americano Danger Mouse

Banda Bike (Crédito: Cassio Cricor)

Banda Bike (Crédito: Cassio Cricor)

Os quilômetros rodados fariam bem à banda paulistana Bike.

Em dois anos, foram shows em 50 cidades diferentes do País. Pedalaram, e muito, por aí.


Os quilômetros rodados fizeram bem à Bike.

Chegam, com o novo disco ‘Em Busca da Viagem Eterna’, lançado com exclusividade pelo Outra Coisa, diferentes daquele grupo que se juntou à florescente cena de psicodelia contemporânea nacional com 1943, o álbum de estreia, de 2015.

Nada como a estrada para moldar o som de uma banda. A convivência. As descobertas. Tudo se transforma. O novo se cria. 

É instigante ouvir tudo o que há de novidade e tudo que se manteve após as experiências vividas por Julito Cavalcante (guitarra e voz), Diego Xavier (guitarra e voz), Rafa Bulleto (baixo e voz) e Daniel Fumega (bateria).

Da experiência dos shows ao vivo, eles levaram para o estúdio uma notável vontade de transportar a lisergia que se ouvia nos palcos. Acrescentaram, no seu som, camadas de efeitos sintéticos e maiores reverberações. As guitarras soam menos distorcidas aqui, no sentido roqueiro da palavra, e abrem um novo caminho para a voz de Cavalcanti.

Deixam para trás o primeiro impacto, o punch guitarrístico, para transformar suas canções em um guia por uma viagem transcendental.

É a tal “busca pela viagem eterna” e por um bem-estar constante que canta Julito nesse trabalho. As transições são leves e, com os looping ocasionais e repetições, a Bike propõe uma hipnose: transportar o ouvinte para um universo multicolorido.

Clipe do single ‘Do Caos Ao Cosmos’:

As cores são pinceladas de forma delicada, esparramadas sem pressa, para que a partida para os outros planos astrais propostos pelo quarteto não seja brusca. É uma quentura que cresce em intensidade sem pressa. E, se infelizmente a viagem não é eterna, ela demora para ir embora mesmo ao fim das nove canções.

Com vocês, Bike e seu disco ‘Em Busca da Viagem Eterna’:

‘Em busca pela Viagem Eterna’ foi gravado no estúdio Wasabi, em São José dos Campos, e mixado por Rob Grant, que trabalhou em discos do Tame Impala, a banda que lidera o avanço da psicodelia ao redor do planeta.

Depois de lançado o segundo disco, a banda voltará para turnê. Dessa vez, o giro inclui apresentações em Barcelona (no Primavera Sound), Portugal (na versão portuguesa do festival goiano Bananada) e Inglaterra.

Cada uma das músicas do disco ganhou uma arte específica, criada por Juli Ribeiro. Veja abaixo:

do caos ao cosmos enigma dos sapos bandcamp montanha single 1000 terra em chamas transe a divina maquina voadora o retorno de saturno psicomagiasete flechas e o rei lagarto

Mais conteúdo sobre:

BIKE
0 Comentários