Furacão, espetáculo, repórteres voadores e a guerra em SP

Estadão

31 Outubro 2012 | 12h40

Na TV, as imagens são impressionantes. Metrô alagado, casas de luxo destruídas, ondas gigantes. Um repórter, bem vestido com uniforme de emergência (seria ele repórter, super herói ou um bombeiro? Ou seria as três coisas misturadas?) fica em uma praça enquanto ela está sendo alagada. O vento faz com que ele quase saia voando. Emocionante. Uau!

Ver filme de tragédia é super legal. Muito emocionante  imaginar que a tragédia é a vida dos outros quando muitas vezes a tragédia é a nossa vida mesmo. Sempre adorei filme de catástrofe. Aeroporto 72. Inferno na Torre. Quem não gosta?

Assistir a chegada do furacão Sandy não deixou em nada a uma superprodução hollywoodiana. E nisso, a rede de TV CNN, que se tornou famosa justamente por cobrir guerras, tragédias, arrasa. Assim como a Fox News, a CBS. O repórter famoso quase sai voando. E ele está lá ao vivo! Olha que corajoso! A chegada para a espera do furacão é quase comemorada e cronometrada. “Tão emocionante um acidente de verdade”, cantava o Renato Russo quando ele era o vocalista da Legião Urbana. “Estão todos satisfeitos com o sucesso do desastre.”

Não, não vem dizer que você não queria ver “tudo sair voando”. Não estou falando de vidas humanas. Ninguém neurótico normal como eu e você cha legal um monte de gente morrer, ninguém acha legal as pessoas perderem a casa. Não.

Mas a TV americana tem a capacidade de transformar tudo em show. E um bom show, vamos dar a real, todo mundo gosta de assistir.

E os incêndios nas favelas de São Paulo? E os crimes entre o  PCC e a policia? E as chacinas na periferia de SP? E o toque de recolher nas favelas ? O numero de mortos na guerra de São Paulo é no mínimo dez vezes maior que as causadas pelo já pop furacão Sandy.

Mas o filme não é bonito. As imagens não são inacreditáveis. Elas são feias para caramba e é preciso muita coragem para olhar para elas. Melhor brincar de filme de tragédia. E, claro, antes de dormir, imaginar que um furacão atinge a sua casa e leva tudo. Com uma ótima edição, links ao vivo, e repórteres heróis que cobrem tudo. Um furacão. Quem nunca sonhou estar dentro de um? Quem não está dentro de um? Assuma.