Micareta na saída de Doria

Micareta na saída de Doria

Marcelo Rubens Paiva

02 Abril 2018 | 10h46

 

O Fórum Aberto de Blocos de Carnaval de São Paulo organiza uma micareta, a Micadória [acentuada, mesmo], para celebrar a saída de Doria da Prefeitura de São Paulo.

Será sexta-feira, 6 de abril, no prazo para o tucano deixar a Prefeitura para se candidatar ao Governo do Estado.

Uma enorme bateria está prometida para começar às 17h no Viaduto do Chá, em frente à sede da Prefeitura.

A relação de Doria com os blocos não foi tranquila.

Mudou itinerários, restringiu acessos, num antes carnaval solto, democrático e descentralizado.

E apertou muitos blocos numa só avenida, a 23 de Maio.

Segundo nota do Forum:

“Após uma conturbada gestão do marketing da Prefeitura de São Paulo, nosso prefeito enfim merece descanso de tantos meses sem entender o real significado do Carnaval de rua de São Paulo. A 23 de maio sentirá sua falta, mas o carnaval seguirá livre, democrático e descentralizado nos diversos bairros de nossa cidade.

Sem conotação partidária, esta ação política é uma demonstração de união e compromisso dos verdadeiros protagonistas da nossa folia: os blocos de São Paulo, que há anos têm construído a festa e que estão organizados – com plenárias na cidade toda – para apresentarem, diante da mudança de gestão, uma agenda e um modelo de carnaval viável para 2019.

Quem faz o carnaval – hoje o maior evento de SP – são os blocos e cabe à Prefeitura dar suporte e atender a sociedade civil organizada nesse grande movimento.

Através dessa brincadeira carnavalizada com quem sai, lançamos um chamamento a uma agenda organizada e a um diálogo efetivo com quem fica, para fazermos um carnaval cada vez maior para a cidade.”

“O atual prefeito e quem vai sucedê-lo precisam entender que administrar a cidade precisa se articular com a sociedade civil”, diz Alê Youssef, no Bloco do Baixo Augusta, um dos articuladores do carnaval fora de época.