Frente parlamentar pede boicote de novela

Frente parlamentar pede boicote de novela

Marcelo Rubens Paiva

20 Março 2015 | 13h00

11075204_881556208554804_7112901028186216756_n

 

Casal de lésbicas.

Beijo gay na segunda cena.

Puladas de cerca, chantagem sexual, Camila Pitanga transando, proposta de aborto.

Tudo no primeiro capítulo de BABILÔNIA, novela do genial GILBERTO BRAGA.

Lógico que fundamentalistas evangélicos iam chiar

E começou de maneira tosca.

A Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família Brasileira propõe o boicote.

A frente ficou conhecida por pressionar a presidente Dilma a suspender o Kit Gay do Projeto Escola sem Homofobia.

Denominada “Com a Família em Segurança o Brasil Avança”, A Frente Parlamentar Mista Permanente em Defesa da Família Brasileira é presidida pelo senador Magno Malta (PR-ES).

Foi criada para atuar de forma “propositiva no Congresso Nacional, formulando e implementando políticas públicas em seu favor, com ações preventivas na área de combate ao uso de drogas, violência no âmbito familiar e pedofilia.”

Para Magno, a primeira instituição é a família. “Se a família vai bem, a sociedade vai bem. Se a família vai mal a sociedade também vai mal e o remédio eficiente contra as drogas é o amor da família.”

Estão no direito deles boicotar.

E no direito de revelar uma frente intolerante, de ideias antigas, que não quer ver o mundo que não é o seu.