Facebook anuncia seu Tinder

Facebook anuncia seu Tinder

Marcelo Rubens Paiva

01 Maio 2018 | 21h04

 

Planejam há uma década ter dentro do Facebook um serviço de namoro, termo técnico “dating matchmake”.

E o próprio Mark Zuckerberg anunciou hoje o lançamento do concorrente ao Tinder e OKCupid, ambos da Match Group.

O mais curioso é que o Face nasceu de uma experiência semelhante: eleger as garotas mais bonitas de Harvard por eliminação, o FaceMash (lembra-se do filme?).

Ele calcula que haja mais de 200 milhões de solteirões e descompromissados na maior rede de todas.

Segundo disse, no evento anual, o F8, em San Jose (Califórnia), a empresa não podia ignorar este número.

Envolvida em escândalos da quebra da privacidade e venda de dados dos usuários, anuncia um serviço que promete ficar de olhos abertos e precavido.

Os potenciais matches serão recomendados aos usuários que têm amigos e interesses em comum.

Um botão indicara interessado (“interessed”), e outro passo (‘pass”), revelou David Ingram, da Reuters.

As pessoas poderão começar uma conversa com uma possível correspondência comentando sobre suas fotos, mas por motivos de segurança serão apenas textos, nada nudes não solicitadas.

Em baixa na opinião pública e investigado por muitos governos, Zuckerberg precisava de um factoide para manter viva a chama de sua empresa sob ataque.

Não anunciou a data do lançamento.

Conseguiu, ao menos, derrubar as ações dos seus novos concorrentes, especialmente o Match Group, o maior deles.