Cresce número de mulheres porteiras de prédios

Marcelo Rubens Paiva

03 Outubro 2016 | 12h01

Cadê a porteira do edifício?

Existem profissões que não conseguem romper a barreira dos gêneros.

Quase não se veem camerawomen, motoristas de busão e porteiras em guaritas.

O número de mulheres como porteiras de prédios cresce.

Há dez anos, elas eram cerca de 1,5% do total de porteiros de condomínios em São Paulo.

Mas há uma tendência é de aumento da participação do sexo feminino.

Elas ainda representam hoje [apenas] 3,54% na função em SP.

O levantamento foi feito pela administradora Lello Condomínios, que administra 1,6 mil empreendimentos em que trabalham 2,3 mil porteiros(as).

O salário médio é de R$ 1.440 por mês, valor igual ao dos homens que exercem a função.

Queremos ELAS em todas as partes.