Sai a pré-lista do Oscar: Brasil de novo de fora
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sai a pré-lista do Oscar: Brasil de novo de fora

Nosso indicado, 'Bingo, o Rei das Manhãs, não aparece na lista dos nove pré-indicados para o Oscar de melhor filme estrangeiro. Nova lista indicará os cinco finalistas que disputarão a estatueta em 2018

Luiz Zanin Oricchio

15 Dezembro 2017 | 12h11

 

Mais uma vez o Brasil de fora do Oscar. Bingo, o Rei das Manhãs, nosso indicado, não apareceu na lista de nove pré-selecionados. Haverá ainda nova lista para chegar aos cinco que disputarão a estatueta de melhor filme estrangeiro no Oscar 2018. Não será ainda desta vez. 

Conheço alguns dos selecionados e, por eles, posso deduzir que a lista é boa.

O Chile mais uma vez consegue destaque internacional com a história de uma transsexual em Uma Mulher Fantástica.

Félicité é um belo e intenso filme do Senegal, protagonizado por uma cantora da noite que precisa desesperadamente arrumar dinheiro para tratar do filho, acidentado de moto.

Loveless (foto acima), literalmente “Sem Amor”, mostra a crueza das relações interpessoais na Rússia pós-socialista. É de cortar os pulsos e, de longe, o meu favorito.

O sueco The Square – a Arte da Discórdia recebeu a Palma de Ouro em Cannes, uma premiação polêmica. Mas o filme é muito bom, devassa os bastidores da arte contemporânea e propõe algumas instigantes questões éticas do mundo moderno. Estreia em janeiro no Brasil.

 

Abaixo, a lista completa

 

Uma Mulher Fantástica (Chile)

 

Em Pedaços (Alemanha)

 

Corpo e Alma (Hungria)

 

Foxtrot (Israel)

 

O Insulto (Líbano)

 

Loveless (Rússia)

 

Félicité (Senegal)

 

Os Iniciados (África do Sul)

 

The Square- a Arte da Discórdia (Suécia)

 

Mais conteúdo sobre:

Oscar 2018