‘Que Horas Ela Volta?’ Vencedor do 15º Grande Prêmio Brasil de Cinema
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Que Horas Ela Volta?’ Vencedor do 15º Grande Prêmio Brasil de Cinema

Luiz Zanin Oricchio

05 Outubro 2016 | 08h44

IMG_0174

RIO – O longa-metragem Que Horas ela Volta? recebeu os principais troféus do 15º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Além de melhor filme, ganhou as estatuetas Grande Otelo por direção (Anna Muylaert), atriz (Regina Casé), atriz coadjuvante (Camila Márdila), Juri Popular, roteiro original (Anna Muylaert), montagem (Karen Harley).

O surpreendente Chatô – o Rei do Brasil, de Guilherme Fontes, ganhou nada menos de cinco prêmios, incluindo o de melhor ator (Marco Ricca).

O melhor documentário foi CHICO, ARTISTA BRASILEIRO, de Miguel Faria Jr. O longa de animação premiado foi Até que a Sbornia nos Separe, do gaúcho Otto Guerra.


A cerimônia, realizada no Theatro Muncipal do Rio de Janeiro, procurou modernizar-se e ganhou o título de “Manifestações”, consoante com o ambiente político do país. Os espectadores (o espetáculo foi transmitido pelo Canal Brasil) foram convidados a se manifestar através do Twitter e algumas mensagens eram projetadas diretamente na tela do teatro.

A plateia e os artistas premiados também não fugiram ao tema. Como outras manifestações ligadas à classe cinematográfica, esta também foi marcada pela palavra de ordem “Fora Temer”, com algumas variantes, algumas impublicáveis. Em seu discurso, Anna Muylaert lamentou o resultado das eleições municipais em São Paulo e cumprimentou os cariocas por terem levado Marcelo Freixo (PSOL) ao segundo turno.