As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Permanência

Luiz Zanin Oricchio

30 Maio 2015 | 18h18

Permanência, de Leonardo Lacca, é uma ficção brasileira digna de todo interesse. Dirigida por Leonardo Lacca, foi o filme vencedor do há pouco encerrado Cine PE, o festival do Recife. Traz Irandhir Santos como o fotógrafo que vem a São Paulo para fazer sua primeira exposição individual. Hospeda-se na casa de uma ex, agora casada de novo. Envolve-se com uma das sócias da galeria onde vai expor suas fotos e, de quebra, tenta refazer a relação com seu pai. A cidade comparece como personagem desse drama da solidão, muito bem filmado e interpretado. Irandhir, como sempre, está ótimo. As atrizes Rita Carelli e Laila Pas surpreendem. Permanência é exemplo de um cinema brasileiro contemporâneo focado nos sentimentos, mas sem voltar as costas para a dimensão do social. Aposta mais nas sugestões e nos espaços vazios da narrativa do que no preenchimento compulsório e no explícito. Acredita no espectador e vai na contramão da linguagem televisiva.