Cultura

OSCAR 2016

Oscar 2016 cheio de surpresas

Festa em desagravo aos atores negros, vitória de Spotlight, derrotando o favorito O Regresso, e Stallone nocauteado no último round deram o tom surpreendente desta edição do Oscar

0

Luiz Zanin

29 Fevereiro 2016 | 08h59

Quem gosta de surpresas não pode se queixar do Oscar-2016.

A começar pelo vencedor Spotlight. Quando todo mundo achava que daria a lógica – O Regresso – ou então, o mais indicado pelos barômetros de última hora – A Grande Aposta – viu consagrar-se com o prêmio principal essa história (verídica) de uma investigação jornalística sobre uma rede de pedofilia na Igreja Católica. Acho que não via tamanha reviravolta desde quando Crash derrotou o então favoritíssimo O Mistério de Brokeback Mountain. Filme bom, necessário, tenso, Spotlight é ok. Mas, muito cá entre nós: O Regresso é mais filme.

Segunda surpresa: Mark Rylance, de Ponte dos Espiões, derrotou Sylvestter Stallone, de Creed. Esse seria o Oscar sentimental, para o velho ator, que ninguém leva muito a sério, e agora representa um treinador decadente, doente, da mesma série que o consagrou (Rocky, o Lutador). O vencedor, Mark Rylance, de Ponte dos Espiões, é muito mais consistente. E o filme em que atua, também.

Terceira surpresa: A Academia exorcizou todo o mal-estar com a ausência de candidatos negros a melhor ator orientando sua festa em torno da causa negra, numa espécie de desagravo. Jamais Hollywood foi tão black quanto na noite de entrega de prêmios este ano. O espírito, claro, era de piada, sendo que o humor pode ser tanto incisivo quanto um atenuante de críticas. No entanto, vale como lição: se existe um problema, melhor expô-lo do que jogá-lo para baixo do tapete.

Esta última observação não chega a ser uma surpresa, mas uma constatação: Mad Max – a Estrada da Fúria, que chegou a ser apontado como possível azarão tanto para melhor diretor (George Miller) quanto melhor filme, acabou confinado no departamento dos prêmios técnicos. Lá reinou, mas não conseguiu ultrapassar a fronteira para os prêmios artísticos. E era isso mesmo que tinha de acontecer.

Vencedores do Oscar 2016

Melhor filme: Spotlight

Diretor:Alejandro Iñárritu (O Regresso)

Ator: Leonardo DiCaprio (O Regresso)

Atriz: Brie Larson (O Quarto de Jack)

Ator Coadjuvante: Mark Rylance (Ponte dos Espiões)

Atriz Coadjuvante: Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa)

Roteiro original: Spotlight

Roteiro Adaptado: A Grande Aposta

Fotografia: Emmanuel Lubezki (O Regresso)

Montagem: Margaret Sixel (Mad Max)

Longa de animação: Divertida Mente

Filme estrangeiro: O Filho de Saul

Documentário: Amy

Documentário curta: A Girl in the River

Animação curta: Bear Story

Trilha sonora: Os Oito Odiados (Ennio Morricone)

Canção original: Writing on the Wall (Spectre)

Curta-metragem: Stutterer

Edição de som: Mad Max

Mixagem de som: Mad Max

Figurino: Mad Max (Jenny Beavan)

Maquiagem e penteado: Mad Max

Efeitos visuais: Ex-Machina

Design de Produção: Mad Max

Cabelo e Maquiagem: Mad Max

Mais conteúdo sobre:

Comentários