‘El Mar la Mar’, vence o 6º Olhar de Cinema
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘El Mar la Mar’, vence o 6º Olhar de Cinema

Em tom poético, longa fala da tragédia de mexicanos que se arriscam pelo deserto para cruzar a fronteira com os Estados Unidos. Brasileiro 'Fernando' ganha o prêmio do público

Luiz Zanin Oricchio

15 Junho 2017 | 00h30

 

 

CURITIBA – LONGA NORTE-AMERICANO EL MAR LA MAR É O GRANDE VENCEDOR DO 6º OLHAR DE CINEMA – FESTIVAL INTERNACIONAL DE CURITIBA

El Mar La Mar (EUA), de Joshua Bonnetta e J.P. Sniadecki navega turbulentas “águas”. As do Deserto de Sonora, mais especificamente próximo à fronteira entre México e Estados Unidos. Em relevo, aqui, a tragédia dos que tentam atravessá-la de maneira clandestina, rumo à “terra da promissão”. Processo no qual são vítimas dos “coiotes” e no qual muitas vezes perdem a vida.


As imagens são belíssimas e, mescladas ao que se supõe serem depoimentos reais tanto de clandestinos como de policiais ou moradores dos arredores, traça um retrato duro e poético daquela realidade. É, também, imersão sensorial num agudo problema político e social, que apenas se agravou com a chegada de Donald Trump ao poder.

O longa é um poema épico em alusão ao México, cuja relação com os Estados Unidos foi fraturada há muito tempo. Ao longo dos episódios fragmentados, filmado em uma esplêndida cor em 16mm, os realizadores transmitem a sensação de cruzar de um lugar para outro e proveem um profundo sentimento de empatia.

O prêmio especial do júri foi para 300 MILHAS, longa sírio dirigido por Orwa Al Mokdad e que trata a tragédia que a Síria está mergulhada nos últimos anos.

MEU CORPO É POLÍTICO, recebeu o prêmio de melhor longa metragem brasileiro. Dirigido por Alice Riff, o longa acompanha o cotidiano de 4 militantes LGBTT em zonas periféricas de São Paulo.

Confira a lista completa dos premiados:

Competitiva Longa-metragem

Prêmio Olhar de Melhor Filme

EL MAR LA MAR

/ El mar la mar

Joshua Bonnetta, J. P. Sniadecki | Estados Unidos, 2017, 94’

Prêmio Especial do Júri

300 MILHAS

/ 300 miles

Orwa Al Mokdad | Síria, 2016, 95’
Menção Honrosa

REY

/ King

Niles Atallah | Chile, 2015, 91’
Prêmio de Contribuição Artística

MÁQUINAS

/ Machines

Rahul Jain | Índia, Alemanha, Finlândia, 2016, 75’
Menção Honrosa

NAVIOS DE TERRA

/ Land vessels

Simone Cortezão | Brasil, 2017, 70’
Prêmio do Público

FERNANDO

/ Fernando

Igor Angelkorte, Julia Ariani, Paula Vilela | Brasil, 2017, 70’
Competitiva Curta-metragem

Prêmio Olhar de Melhor Filme

O DISCO RESPLANEDCE

/La disco resplandece

Chema García Ibarra | Turquia, Espanha, 2016, 12’
Prêmio Olhares Brasil – Melhor longa-metragem brasileiro das mostras Competitiva, Outros Olhares e Novos Olhares

MEU CORPO É POLÍTICO

/ My body is political

Alice Riff | Brasil, 2017, 72’
Menção Honrosa

FERNANDO

/ Fernando

Igor Angelkorte, Julia Ariani, Paula Vilela | Brasil, 2017, 70’
Prêmio Olhares Brasil – Melhor curta-metragem brasileiro das mostras Competitiva e Outros Olhares

BALANÇA BRASIL

/ Shake up Brazil

Carlos Segundo | Brasil, 2017, 25’
Prêmio de Melhor Filme da mostra Novos Olhares

PARQUE TONSLER

/ Tonsler Park

Kevin Jerome Everson | Estados Unidos, 2017, 80’
Menção Honrosa

PEOPLE POWER BOMBSHELL: O DIÁRIO DE VIETNAM ROSE

/ People power bombshell: the diary of Vietnam Rose

John Torres | Filipinas, 2016, 89’
Prêmio de Melhor Filme da mostra Outros Olhares|Longa

CONVICÇÕES

/ Ubezhdeniya

Tatyana Chistova | Rússia, Polônia, 2016, 63’
Prêmio da Crítica / Abraccine

_ Melhor longa-metragem da mostra Competitiva

GRANDE GRANDE MUNDO

/ Koca Dünya

Reha Erdem | Turquia, 2016, 101’
Prêmio AVEC-PR

_ Melhor curta-metragem da mostra Mirada Paranaense

A RUA MUDA

/ Hush street

Eduardo Colgan | Brasil, 2017, 16’