A fase dos melhores do ano chegou. O que escolher entre os brasileiros?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A fase dos melhores do ano chegou. O que escolher entre os brasileiros?

A lista de refere aos nacionais que me disseram alguma coisa em 2017. Não se trata da lista definitiva; apenas o universo sobre o qual recairá a escolha. Uma pré-lista, por assim dizer. Entram os filmes que estrearam no circuito comercial

Luiz Zanin Oricchio

13 Dezembro 2017 | 10h43

 

Ontem postei os filmes estrangeiros que me chamaram a atenção durante o ano. Se tivesse escrito hoje, incluiria mais um, Lucky, de John Carrol Lynch, com o incrível Harry Dean Stanton, que nos deixou em setembro aos 91 anos. Não é (ainda) a minha lista de melhores. É o universo sobre o qual recairá a minha escolha.

Hoje trago os brasileiros que me disseram algo ao longo deste 2017, tão lamentável sob outros aspectos da vida.

O critério, como para os estrangeiros, é a estreia em circuito comercial. Ter sido visto apenas em festivais ou mostras não vale.

São eles, sem ordem de preferência ou cronologia de estreia:

 

Divinas Divas

Beduíno

A Cidade Onde Envelheço

As Boas Maneiras

Quem é Primavera das Neves

Cidades Fantasmas

Rifle

As Duas Irenes

Como Nossos Pais

Bingo – o Rei das Manhãs

O Corpo Elétrico

Gabriel e a Montanha

No Intenso Agora

Era o Hotel Cambridge

Martírio

Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

cinema brasileiro