Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Zanin me contou

Cultura

Luiz Carlos Merten

23 Outubro 2006 | 16h41

Fui comentar com o Zanin (meu colega Luiz Zanin Oricchio, que tem blog próprio no Estado, você sabe) o estranhamento que me causou As Tentações do Irmão Sebastião e ele me contou uma coisa que não posso deixar de reproduzir aqui. O filme passou no Cine Ceará, onde o Zanin conversou com o diretor José Araújo e ele relatou uma história interessantíssima. O Exu dentro do filme, o Diabo que aparece para tentar o jovem Sebastião, é do candomblé. Ou seja, o cara não estava representando e sim, incorporando de verdade um exu, com todos os problemas daí decorrentes. Tinha dias que ele dizia pro Araújo – hoje não vai dar, hoje, ele (o Exu) não virá. Tinha outros em que vinha e era imprevisível, escapando a todo controle no set. Até isso faz parte do mistério das Tentações, que pode desconcertar (e até não satisfazer integralmente), mas não merecia aquela debandada do público. Como filme inclassificável, poderia ter merecido um pouquinho mais de boa vontade do público da Mostra que é, afinal, um espectador cinéfilo, do tipo que espera ser surpreendido vendo coisas que fujam ao ramerrão da indústria (ou será que me engano?).

Encontrou algum erro? Entre em contato