Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » X-Men

Cultura

Luiz Carlos Merten

08 Julho 2007 | 19h05

Só mais unzinho (estou postando de um cybercafé). Antes de sair de casa dei uma zapeada na TV paga e estava passando X-Men, o primeiro. Fiquei grudadinho na tela. Acho bem legal. Aliás, quando alguém, outro dia, reclamou da minha simpatia por Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado, surgiu uma defesa dos diretores que imprimem sua marca aos filmes de super-heróis. Foram citados o Tim Burton e o Christopher Nolan. Gosto do Batman do Nolan mais do que dos de Tim Burton, mas gosto mesmo é da série do Sam Raimi sobre o Homem-Aranha e dos dois X-Men do Bryan Singer. Vocês acreditam que eu me emociono de verdade com a cena em que Wolverine se expõe (e quase morre) para salvar a Vampira? E que belo vilão é o Magneto. Não me refiro só ao Ian McKellen, grande ator, mas ao personagem, bastante complexo. É como digo – seria tão mais fácil denunciar a colonização cultural e a ocupação do mercado pelo produto estrangeiro se os blockbusters fossem todos ruins. Mas não são e alguns até são muito bons.