Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Westerns!

Cultura

Luiz Carlos Merten

27 Setembro 2010 | 14h11

RIO – Fui agora comer alguma coisa e voltei à sucursal ndo ‘Estado’, por conta de entrevistas que tenho de fazer (pelo telefone). Há aqui no Largo da Carioca uma banca que vende DVDs. Tem uma oferta enorme de westerns. John Sturges é campeão – ‘A Fera de Forte Bravo’, ‘Sem Lei sem Alma’, ‘Duelo de Titãs’, ‘Sete Homens e Um Destino’. Mas tem também Gordon Douglas, ‘Resistência Heroica’, com Gregory Peck. E os italianos – ‘Sábata’, ‘Django’, ‘Sartana’, ‘Keoma’. Nesta correria que já virou o Festival do Rio para mim, não estou tendo muito tempo de postar, que dirá de fugir aos assuntos ligados à programação. Mas como está a mostra John Ford aí em São Paulo? Vocês têm feito sua lição de casa? Têm visto os filmes? O próprio Ford privilegiava sua produção de westerns e, entre os que fez, em Monument Valley, estão algumas das maiores obras-primas do gênero – ‘Rastros de Ódio’, ‘Rastros de Ódio’, ‘Rastros de Ódio’. E, depois, ‘No Tempo das Diligências’, ‘Sangue de Herói’, ‘Terra Bruta’, ‘O Homem Que Matou o Facínora’ etc. Existem os filmes ‘oscarizados’ – quatro Oscars de direção, por ‘O Delator’, ‘Vinhas da Ira’, ”Como Era Verde o Meu Vale’ e ‘Depois do Vendaval’ -, mas quero pedir que vocês prestem atenção e não percam ‘Nas Águas do Rio’, Steamboat Round the Bend, que integra o ciclo com Will Rogers. Assim como sonhou com uma Irlanda idealizada em ‘The Quiet Man’, Ford construiu a sua ‘América’ na tela e nenhum filme espelha isso melhor do que ‘Nas Águas do Rio’. Às vésperas de uma eleição, todo mundo tem a sua noção de democracia – Agatha Christie dizia que a palavra tem múltiplas aplicações e elas raramente fecham com o sentido que lhes atribuíam os gregos, pais da criança, demos + cracia -, mas eu tenho para mim que democracia é aquilo que a gente aprende com Ford e Will Rogers e também na cena famosa de ‘Liberty Valance’, a escola, uma coisa que me emociona só de pensar. Insisto – você estão prestigiando a mostra de Ford no CCBB, aí em São Paulo? Espero que sim, até porque não haveria justificativa para não.

Encontrou algum erro? Entre em contato