Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Vive la différence!

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Vive la différence!

Luiz Carlos Merten

10 Abril 2007 | 11h49

Novidades, muitas novidades. Fui ver ontem à noite Na Cama e adorei o filme do chileno Matias Bize. Fui na Sala UOL, perto de casa, e parecia um cemitério. Acho que éramos cinco, ao todo. Que desconsolo! Comentei agora de manhã com o Bira, meu colega Ubiratan Brasil, e ele disse que eu era rigorosamente a exceção, pois todo mundo que ele leu ou ouviu caiu matando sobre Na Cama. Que gente mais mal-amada! Um filme tão bonito, e triste! Prometo voltar à Cama, ora se volto, mas quero ir adiante. Procurando preços de DVDs no site da 2001, encontrei dois lançamentos que me entusiasmaram e de filmes bem diferentes um do outro – A Árvore dos Tamancos, de Ermanno Olmi, que ganhou a Palma de Ouro de 1978, e Comboio, um dos últimos Peckinpahs , na verdade, o penúltimo, porque antes de morrer, em 1984, ele só teve tempo de fazer mais um filme, e não dos melhores, O Casal Ostermann. Um filme chileno, um italiano e um americano. Diferentes em tudo, técnica e estilo. Viva a diferença!