Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Vai ter urubu no Oscar?

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Vai ter urubu no Oscar?

Luiz Carlos Merten

20 Setembro 2006 | 15h36

E a comissão formada pela secretaria do Audiovisual para apontar o filme brasileiro que vai postular uma indicação para o Oscar fez a coisa certa. Integrada, entre outros, por Ilda Santiago, diretora artística do Festival do Rio – e entusiasta da Première Brasil -, a comissão escolheu Cinema, Aspirinas e Urubus, que já era o favorito da equipe do Caderno 2, do Estado, conforme se pode (ainda)ler na edição de hoje do jornal. Acabo de falar com o diretor Marcelo Gomes e ele está feliz da vida. Quando os produtores lhe propuseram colocar seu filme na corrida do Oscar, Marcelo topou atraído pela idéia de que, numa eventualidade de que o filme ganhasse a indicação do Brasil, ganharia também visibilidade, no País e no exterior. Marcelo fez seu filme pequeno, fora do mainstream. Não fez concessão nenhuma, mas como autor, quer que seu filme seja visto. Cinema, Aspirinas e Urubus fez 120 mil espectadores no País, o que não está mal para um filme com aquele perfil, aquela exigência e com pouco dinheiro para lançamento. A expectativa de Marcelo é que o filme, com essa nova visibilidade, possa ser lançado nas praças a que ainda não chegou aqui no Brasil. Nos EUA, Cinema, Aspirinas e Urubus foi adquirido pela Global, que fez um lançamento de prestígio, sacramentado por crítica elogiosa do The New York Times. A idéia agora é traçar uma estratégia com a distribuidora americana para dar exposição a Cinema, Aspirinas e Urubus. O júri que fez a escolha foi 10. Tomara que os acordes de Serra da Boa Esperança chegue ao Oscar. Se o Brasil tem de ganhar o prêmio para vencer seu complexo de inferioridade, que seja com este filme, que tem a nossa cara.

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Encontrou algum erro? Entre em contato