Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Tsui Hark!

Cultura

Luiz Carlos Merten

09 Maio 2011 | 17h32

PARIS – Estou em extase. Acabo de assistir a `Detective Dee`, de Tsui Hark. A publicidade diz que se trata do maior filme de acaoh (de artes marciais?) desde `O Tigre e o Dragaoh`, de Ang Lee, e eh verdade. Naoh resisto a tripudiar. Sei lah quando, hah dois ou tres anos, um  filme de Tsui Hark foi selecionado para inaugurar o Festival de Veneza. Os `criticos`, os pobres, protestaram. Naoh era filme para merecer tal honraria no Lido,  escreveram. Na maioria dos casos, naoh saoh criticos de cinema. Ainda estah entupidos de literatura, filosofia, sei lah do que mais, e naoh conseguem ver o que eu chamaria de cinema (im)puro. Andy Lau, de `Os Infiltrados`, o original, naoh o remake de Martin Scorsese, eh o detetive Dee. Na China imperial, ele investiga mortes misteriosas que sinalizam para um comploh contra a imperatriz. Ela eh uma peste. Ambiciosa ateh a medula. Diz que ninguem chega ao poder sem estar disposto(a) a matar aqueles a quem ama. Mesmo sabendo disso, que eh uma peste, Dee a protege. Inversamente, ele veh aqueles a quem ama irem morrendo ao seu redor. No fim da sua missaoh, eh um sobrevivente solitario. Outro dia, aih em Saoh Paulo, conversava com Jorge Duran. No filme dele, `Naoh se Pode Viver sem Amor`, hah uma morte e uma ressurreicaoh. Duran me disse que isso nunca foi problema para ele.  No cinema, tudo se pode, desde que a mise-en-scene viabilize para o espectador naoh importa o que. A mise-en-scene de Tsui Hark… `Cahiers du Cinema`, na capa de abril, celebra a ressurreicaoh de Tsui Hark. Vi a revista numa banca – a edicaoh de maio sai em Cannes -, mas naoh tive tempo de comprar, porque estava correndo de uma sala para outra, para ver o maximo possivel de filmes. Serah que `Detective Dee` serah lancado nos cinemas, no Brasil? Em DVD, pelo menos? Espero que sim. Gostaria que voces, meus amigos, tivessem a chance de experimentar o mesmo deslumbramento que senti. Jah eh fim de noite, aqui (pela diferenca de horario). Amanhah de manhah sigo para Nice (e Cannes). O proximo post espero que seja de lah.

Encontrou algum erro? Entre em contato