Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » ‘Traição em Hong Kong’

Cultura

Luiz Carlos Merten

16 Julho 2009 | 18h48

PAULÍNIA – Cheguei! Aqui estou neste imenso Teatro Municipal, que abriga a mostra de cinema e, daqui a pouco, a homenagem a Daniel Filho, que será seguida pela exibição de ‘Tempo de Paz’, e pela cerimônia de premiação. Estou citando a procedência porque, afinal, é onde estou, mas o tema deste post na verdade é ‘ontem’. Todo dia procuro pelos destaques nos filmes da TV e, para ser sincero, tenho dado preferência para as atrações da TV paga, porque sobre os cartazes da TV aberta termino sempre falando nos verbetes com fichas, na coluna de Filmes na TV do ‘Caderno 2’. Ontem, nem me lembro mais qual foi meu destaque – ‘O Guerreiro Branco’, de Riccardo Freda, com Steve Reeves, foi o de hoje; o western ‘Um Certo Capitão Lockhart’, de Anthony Mann, com James Stewart, é o de amanhã -, mas tomei um susto ao chegar em casa no fim da noite, dar uma zapeada na TV paga e descobrir, num dos canais da rede Telecine… Peraí, aquela não é Asia Argento? E o cara contracenando com ela não é Michael Marsden? Mas se são os dois o filme só pode ser… ‘Boarding Gate’, de Olivier Assayas! Rebatizado como ‘Traição em Hong Kong’, passou ontem na TV paga e eu me perdi na jogada. Não pedi o DVD para a rede Telecine nem fiz um destaque simplesmente porque não sabia. Estou em lua de mel com o cinema francês, graças a esses dois grandes filmes em cartaz, o de Assayas, ‘Horas de Verão’, e o de Philippe Lioret, ‘Bem-Vindo’. Aliás, não sou só que estou nesta lua de mel. O paulistano, também, embora as pessoas talvez nem tenham se dado conta de que Resnais, ‘Medos Privados em Lugares Públicos’, esteja há dois anos – dois! -, consecutivamente, em cartaz. Amei o Assayas e ‘Horas de Verão’ já é, antecipadamente, um dos meus dez mais do ano. Pois qual não foi a minha surpresa ao verificar que um dos raros filmes quer desconheço do diretor passou obscuramentena TV paga. Afinal, chamar a atenção do público para esses eventos é a minha função. Vi algumas cenas e achei bem interessante, mas o filme já estava terminando e eu preferi deixar para tentar vê-lo inteiro depois. Não sei quando passa de novo. Alguém viu? São tantos os fãs de carteirinha do Assayas aqui no blog que espero que um, pelo menos, tenha visto para nos informar.

Encontrou algum erro? Entre em contato