Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Hulk meia-boca

Cultura

Luiz Carlos Merten

12 Junho 2008 | 15h14

Fui ver ontem à noite a íntegra de ‘O Incrível Hulk’, numa sessão para convidados da Paramount, no Shopping Eldorado. Havia gostado dos primeiros 20 ou 25 minutos do filme realizado por Louis Leterrier, com Edward Norton na pele do Dr. Bruce Banner e Liv Tyler como a Dra. Elizabeth Ross. Ontem, continuei achando o início bem excitante, com aquelas cenas filmadas no Rio, embora os interiores da fábrica em Santo Christo tenham sido feitos no Canadá. Seria assunto para um post inteiro como produções internacionais (principalmente) filmam em diferentes lugares do mundo, para baratear custos ou que outro motivo for, mas a questão é que é preciso ciência, ou profissionalismo, para dar unidade a cenas tão díspares. As próprias cenas na Rocinha não foram filmadas lá. As tomadas aéreas, sim, mas as perseguições por becos e vielas foram feitas em outra favela do Rio, a Tavares Bastos, mas acho que só moradores perceberiam a diferença (e olhem lá). Já que falei bem do começo, vou agora falar mal do meio para o fim. ‘O Incrível Hulk’ desanda feito maionese que não deu certo. Ao contrário da versão de Ang Lee, com ênfase no drama ‘psicológico’, o ritmo aqui é de aventura acelerada. Gostei de algumas coisas – a citação de ‘King Kong’, na cena da caverna, por exemplo. Também achei divertido o desfecho, com a entrada em cena de… Cála-te, boca, porque não sei se vocês sabem que ele aparece. Será que vamos ter, como seqüência da seqüência, ‘Hulk Versus…’ Tã-tã-tã! Em compensação, achei de lascar (de ruim) o monstrengo em que Tim Roth se transforma e o duelo dele com Hulk é coisa de megacinema de efeitos, porque na verdade o grande conflito de Banner/Hulk é interno – é dele com ele mesmo, que o criador (Stan Lee) buscou em ‘Frankenstein’ e ‘O Médico e o Monstro’, suas duas referências assumidas na criação do gibi. Não creio que se possa recomendar, minimamente, este ‘Hulk’, mas as cenas do Rio são boas, como vocês poderão confirmar (se resolverem correr o risco).