Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Tanta coisa que eu tenho a dizer…

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Tanta coisa que eu tenho a dizer…

Luiz Carlos Merten

29 Outubro 2008 | 12h29

Preciso responder logo a um pedido de informação – mas não me lembro de quem me fez a pergunta. Falei outro dia do livro ‘101 Forgotten Films’. O autor é Brian Mills e a editora, kamerabooks, sendo que ela tem um site, www.kamerabooks.com, onde imagino que seja possível coletar informações sobre este e outros lançamentos. Pelo nome da editora, imagino que tenha mais coisas de cinema. Outro livro que andei citando foi ‘The B List’, sobre obras cultuadas do filme B. O livro é uma coletânea de ensaios – ou críticas – sobre vários filmes e os editores são David Skerritt e John Anderson. A editora é outra da qual nunca tinha ouvido falar, Da Capo Press. Abel acrescentou uns dez posts – validei só um – pedindo que comentasse a carreira de Jonathan Demme. Com o maior prazer. Adorei ‘O Casamento de Rachel’, que marca o renascimento do autor de ‘O Silêncio dos Inocentes’. Preciso falar também sobre Ken Russell (‘Gothic’) e Harry Kümel (‘Malperius’) e meu colega Antônio Gonçalves Filho me falou outro dia da enxurrada de filmes de Jean-Luc que estão saindo em DVD, entre eles dois de meuas favoritos. Não, nenhum deles é ‘O Demônio das Onze Horas’ (Pierrot le Fou). Os favoritos em questão são ‘Band à Part’, o ‘Jules et Jim’ de Godard, com a cena magnífica do trio correndo no Museu do Louvre, e ‘Masculino-Feminino’, que foi feito em 1965, mas parece ter saído ontem do forno, de tão atual. Existem filmes proféticos. Este é. Aguardem! Com o final da Mostra, vamos ter tempo e espaço de sobra para falar de tudo isso…