Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Super Meryl

Cultura

Luiz Carlos Merten

05 Agosto 2009 | 11h57

CANCUN – A Super Junket da Sony está mostrando as atracoes da companhia para o segundo semestre e o início de 2010. Achei bem legal o Julie & Julia, de Nora Ephron, baseado em duas histórias reais. O curioso do filme é justamente isso. Ele conta as histórias de duas mulheres, duas Júlias. Uma, interpretada por Meryl Streep, é esta norte-americana que se instala com o marido diplomata em Paris, após a 2.a Guerra, e resolve revelar os segredo da cozinha francesa para as mulheres de seu país. A outra, Amy Adams, vive na atualidade e cria um blog para refazer, 40 anos mais tarde, as receitas da Júlia original. Elas nunca se encontram e o filme termina por uma nota um tanto desconcertante. Essa tem sido a tonica dos filmes que estamos conseguindo ver inteiros. Eles desconcertam por nao apresentar solucoes convencionais. Em Distrito 9, torcemos pelos alienígenas, contra os militares. Em Julie & Júlia, a vida é desencontro, um equilíbrio que só se pode esperar que seja interior. Meryl Streep, para variar – brincadeirinha… -, é maravilhosa, mas nao veio a Cancun e daqui a pouco teremos uma licao de omelete francesa que eu pretendo cabular. Sou uma nulidade na cozinha e pretendo continuar assim. Hoje, haverá um evento 2012, antecipando o novo blockbuster de Roland Emmerich, com estreia prevista para novembro. O filme baseia-se em profecias maias que situam o fim do mundo daqui a tres anos, quando haverá um alinhamento de planetas e o universo, como o conhecemos, será tragado por um buraco negro. Como Emmerich nao acerta uma, principalmente em termos de mise-en-scëne, espero que esteja, mais uma vez, errado. Mas uma coisa é preciso admitir. Como 2012 nao está pronto, temos visto aqui muito material do filme. Os efeitos sao espetaculares. Quando a gente pensa que a indústria dos efeitos nao tem nada mais para nos surpreender, seus técnicos vao um pouco mais longe e tiram outro coelho da cartola. Converso hoje, one a one, com o compositor do filme e amanha almoco com Emmerich. Ä noite, vamos – o grupo todo, jornalistas de todo o mundo – a Chichen Itza, ä piramide na qaual está desenhada a profecia do alinhamento dos planetas e o consequente fim do mundo. Como 2012, a maioria dos filmes deste evento só está sendo vista por partes. Há uma animacao 3D Cloudy with Meatballs, sobre um cientista maluco que desenvolve plano para transformar água em comida e o que comeca divertido – uma chuva de hambúrgueres – vira pesadelo quando comida pesada comeca a destruir a cidade. A estreia no Brasil será no dia da crianca. Houve ontem um evento que concluiu com a confirmacao, por um executivo da Guinness Records, de que foi assado aqui o maior hambúrguer do mundo, com quase 50 quilos de carne (49,50 kg). Tolice, mas virou a maior festa e, se voces procurarem na internet, com certeza vao encontrar a imagem. Outro filme do qual também só vimos um pedaco foi Zombieland, com Woody Harreslson, sobre o pesadelo de um mundo em que todo munmdo vira morto vivo, menos Woody, um garoto sob sua protecao e duas belas jovens porque, afinal de contas, vai ser p´reciso recomecar a criacao.