Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Steve McQueen

Cultura

Luiz Carlos Merten

10 Maio 2010 | 11h23

PARIS – Vou acrescentar um post que talvez devesse ter feito em Londres. Pelo título, vocês poderiam pensar que se trata do ator. Steve McQueen estaria completando 80 anos neste mês de maio – dia 31, serão 80 anos de outro monumento de virilidade, mas este permanece firme e forte, nosso bom e velho Clint Eastwood. O Steve McQueen sobre o qual falo é o dublê de artista visual e diretor (de ‘Hunger’). Nos anos 1960, acho que em 1964, mas teria de confirmar, Joseph Losey fez seu filme talvez mais brechtiano, ‘King and Country’, com Dirk Bogarde e Tom Courtenay, um terrível requisitório contra a guerra. Na sexta, em Londres, fui a Leiscester Square para assistir, à noite, à première de ‘O Príncipe da Pérsia’, numa sessão com público. Fiquei caminhando, para fazer hora. Fui parar na Chinatown de Londres, onde testemunhei uma cena absurda. Um sujeito passou com o carro sobre o pé de outro. Ou melhor, estacionou o carro sobre o pé de outro, que urrava de dor. Juntou gente e eu me misturei ao grupo. Criou-se aquela situação – uns gritavam, vai para a frente, outros, para trás. O motorista, aturdido, não se mexia. Quando, enfim, saiu de cima do pé do outro, nem se desculpou. Escafedeu-se. O pobre cara caiu nos braços da multidão. Se fosse um curta-metragem, ninguém iria acreditar. Enfim, depois de caminhar para um lado – Chinatown -, tomei a direção de outro e fui parar no Museu da Fotografia. Havia uma exposição daquele fotógrafo Penn – como é mesmo o primeiro nome? -, ilustrada por uma belíssima foto de Marlene Dietrich. Fui conferir e descobri o evento Steve McQueen. Fiquei sem fala. Chama-se ‘Queen and Country’. McQueen criou uma série de selos sobre os soldados ingleses que morreram no Iraque. As fotos foram escolhidas pelas próprias famílias e a gente puxa cada folha de um arquivo morto. Todas as fotos mostram as pessoas numa afirmação de vida. Sorridentes, felizes. Sobre o rosto de cada uma, homem ou mulher, a efígie da rainha, em nome de quem, afinal, morreram na guerra engendrada por Bush Jr. Adianta lembrar que a guerra teve como mote armas que nunca foram encontradas? Existem fotos de uns garotos de 18/19 anos. O que eles foram fazer na guerra? De certo aproveitar a chance de viajar, de conhecer um país exótico. Encontraram a morte no fim do caminho. Confesso que me emocionei tanto vendo aquelas fotos que chorei. (Grande novidade, não?)  Procurem na internet. É possível que vocês achem alguma coisa. Depois do filme ‘The Hunger’, sobre os militantes do IRA, Exército Republicano Irlandês, que fizeram greve de fome e colidiram com a dama de ferro, a ex-primeira ministra Margaret Thatcher, Steve McQueen me deu outra porrada. Esase cara não é mole, não.