Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Sobre o Oscar

Cultura

Luiz Carlos Merten

10 Setembro 2008 | 09h13

Sobre a lista de filmes que pleiteiam a indicação brasileira para o Oscar, a Letícia diz que votaria em ‘Estômago’, do Jorge Miguel, mas acrescenta que não viu todos os filmes que eu indiquei. Eu não indiquei nada, Letícia, pelamor de Deus. Só listei os filmes inscritos e, aliás, se vocês estão sentindo falta do ‘Linha de Passe’ foi porque Walter Salles e Daniela Thomas resolveram não inscrevê-lo. Pergunto-me o por quê e arrisco uma resposta. Há alguns anos, ‘Abril Despedaçado’ estreou em uma sala para viabilizar sua candidatura à indicação. Foi eleito pela comissão da qual eu fazia parte, uma eleição disputadíssima, que terminou com ‘Abril’ e ‘Bicho de Sete Cabeças’, de Laís Bodanzky, empatados e não me lembro quem desempatou em favor do filme de Walter Salles. Também não me lembro quem sugeriu que, para fortalecer a candidatura, a comissão dissesse que havia sido por unanimidade (mas não havia sido). Tiro essa história do baú porque originou uma reportagem sensacionalista acho que da ‘Isto É’, sobre como havia sido montada a farsa para garantir a indicação de ‘Abril’, sugerindo que a comissão havia entrado no clima e, portanto, não seria idônea. Jurei que, depois daquela, não entrava em outra fria, mas sim, gente, estranho que ‘Última Parada 174’ não tenha estreado em lugar nenhum – ou será que teve algum pequeno lançamento por aí? Sempre achei que os filmes devessem ter estreado até a reunião da tal comissão e, embora esteja na maior expectativa pelo filme de Bruno Barreto que vai abrir o Festival do Rio, no dia 25, acho que isso é uma m… porque cria uma antipatia ou, no mínimo, fortalece a velha acusação, que já foi feita por alguém nos comentários, de lobby do clã Barreto. A verdade é que lobby faz parte de todo processo de concorrência e o importante é que as pessoas que vão integrar a comissão, e que eu não sei quem são, votem com suas consciências, como nós votamos na época do ‘Abril’ e do ‘Bicho’, mesmo que tenha dado aquele rolo depois. Quando falei que gosto de alguns filmes mais do que de outros… Sim, gosto de ‘A Casa de Alice’ e de ‘Estômago’. Tenho um carinho especial por ‘Mutum’, mas meu amigo Gabriel Vilela queixa-se de que a diretora Sandra Kogut não entendeu nada da prosódia de Guimarães Rosa. Olhando a lista, de maneira geral, acho que lhe faltam obras de impacto, o que me dá a impressão de que, mais uma vez, iremos para o sacrifício. Lulopret diz que é perda de tempo eu perder minha energia – e um post – falando do Oscar, mas vocês já sabem o que penso. Não rezo pela cartilha da Academia de Hollywood, raramente concordo com os filmes escolhidos – ‘Onde os Fracos não Têm vez’, o melhor deste ano? Estão loucos? -, mas acho que temos de ganhar essa m… de estatueta por uma questão de auto-estima e para provarmos, a nós mesmos, que ela não tem importância. Quanto aos franceses desacreditarem do Oscar… Não dá para levar a sério, considerando-se o número de estatuetas que eles já possuem, a última das quais foi a de melhor atriz para Marion Cotillard, por ‘Piaf’.