Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Restauros

Cultura

Luiz Carlos Merten

25 Junho 2012 | 12h04

Meu computador de casa – meu laptop – havia dado pau, um problema de bateria que, quando solucionado por minha filha (o que seria de mim sem a Lúcia?), abriu espaço para outro problema. A internet simplesmente caiu e não havia jeito de conectar (e desta vez a Lúcia não estava em casa, pois foi passar o fim de semana em Santos). Ou seja – estou há dias sem postar. Deveria ter ido a Ouro Preto, no fim de semana, mas ainda não me curei da sinusite e a pressurização não me faria nada bem. Tive de desistir de ‘A Mulher de Longe’, o documentário poético de Luiz Carlos Lacerda que recupera as imagens do longa inacabado de Lúcio Cardoso, no fim dos anos 1940. O povo do CineOP, do Canal Brasil (co-produtor) e o próprio Bigode (apelido do diretor) me prometeram enviar o mais rápido possível uma cópia do filme, para que o veja. Enquanto isso, tenho feito entrevistas bem interessantes por telefone. Andrea Kalas, restauradora de ‘Wings’, de William A. Wellman, vencedor do primeiro Oscar, que a Paramount está lançando em Blu-Ray, para comemorar seu centenário – e Andrea trabalha no restauro de outro clássico do estúdio, ‘Sunset Boulevard’, Crepúsculo dos Deuses, de Billy Wilder. O papo com ela foi muito legal, e foi também muito bom com Caroline Frick, pesquisadora e restauradora do Texas Archive, mas foi melhor ainda com o francês Alain Bergala, crítico (de ‘Cahiers du Cinéma’), ensaísta e historiador, e um dos homens que, no mundo, mais entendem sobre cinema como ferramenta de atividades didáticas na escola, inclusive porque foi com ele, como assessor de Jack Lang, que o cinema voltou a ser matéria de ensino nas escolas de França. Caroline e Bergala estavam, estão em Ouro Preto. É claro que, falando sobre restauro com Andrea e Caroline, o assunto caiu em Martin Scorsese, que virou, aos olhos do público. Mr. Restoration. As duas acharam graça quando disse isso, cobriram Scorsese de elogios, mas senti, em ambas, de forma muito discreta, certa insatisfação – Scorsese só patrocina e encampa o restauro de filmes de que gosta. Bergala foi muito mais autêntico, num certo sentido. Disse-me que escreve, na edição de julho de ‘Cahiers’, sobre a versão restaurada do filme coreano ‘A Doméstica’, que está saindo em DVD (lá, como aqui). Bergala agradeceu a Scorsese, que patrocionou o restauro, por meio de sua fundação, dizendo que o filme é maravilhoso (concordo). Confrontado com a questão – é lícito restaurar só aquilo de que se gosta? -, o francês disse que entende perfeitamente o ponto de vista de Scorsese. Tem coisas que são restauradas e ele se pergunta – por quê? -, considerando perda de energia e de dinheiro. Eu, às vezes, tenho esse sentimento. Face a resataurações feitas no Brasil, volta e meia me pergunto – mas e o ‘Selva Trágica’, de Roberto Farias, que é um dos meus filmes preferidos? Onde anda? Em que estado? Por que não volta? Cobro direto do pessoal do Canal Brasil onde está o ‘Marília e Marina’, de Luiz Fernando Goulart, que me encantou quando o vi, em 1976. Onde anda o filme, que nem o Canal Brasil conseguiu recuperar? Denise Bandeira, Kátia D’Angela, a balada das duas meninas de Botafogo (de Vinicius de Moraes). Encontrei, ontem pela manhã, na saída da Trigonella – minha padaria preferida, na esquina da Artur Azevedo com Virgílio, em Pinheiros -, o Aloysio Raulino. Há um tempão cobro dele uma cópia do ‘Noites Paraguayas’. O próprio Raulino não consegue achar o DVD do filme para fazer uma cópia – a matriz está depositada na Cinemateca Brasileira -, mas me informou que seus curtas ‘Lacrimosa’, ‘Teremos Infância’ e ‘Porto de Santos’, que compõem uma trilogia, ganharam um edital para restauro, o que me permitirá, e a todos vocês, revê-los em breve, e em cópias zero bala. A todas essas, tenho de agradecer a Cláudia Belém e ao Cine-Sul, que, já que perdi a sessão em homenagem a Sérgio Ricardo, na abertura do evento, me enviaram a cópia em DVD de ‘O Menino da Calça Branca’, e o filme é lindo. Será que só eu me lembro desses filmes? Só eu tenho vontade de rever? Não pode ser…