Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Renfro e Tourinho também?

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Renfro e Tourinho também?

Luiz Carlos Merten

24 Janeiro 2008 | 17h05

Desde que salvei o post sobre Heath Ledger queria volta a ela. Escrevi que o discurso do ator foi antjunkie no Festival de Berlim, por ‘Candy’, e depois ache que era uma coisa mio moralista da minha parte, que e estava no fundo insinuando que o Heath praticava o lema ‘façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço’. Não era isso. Acho que o Heath Ledger queria viver com intensidade e experimentar bastante para transformar a experiência adquirida em matéria prima para o seu trabalho de ator. O cara era o maior garanhão e chegado numa perversão, mas não teve medo, para sua imagem, de fazer o gay de ‘O Mistério de Brokeback Mountain’. Lembro-me dele em Berlim, dizendo que era ator e, se tivesse medo dessas coisas, perderia grandes papéis em grandes filmes. Mas chega de Heath Ledger, que nem sei se morreu mesmo de overdose (embora seja muito provável que sim). Brad Renfro morreu? E Luiz Carlos Tourinho também morreu? Não sabia. Gostava tanto do Tourinho em ‘For All’, de Luiz Carlos Lacerda. Que perda!