Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Remédio contra a depressão

Cultura

Luiz Carlos Merten

07 Março 2010 | 20h01

Ainda não vi ‘Sonho Possível’ – é isso? -, mas já gostei. Sandra Bullock é mesmo Miss Simpatia. Bonitinha… Foi lá, meio sem graça, receber a Framboesa de Ouro de pior atriz, que lhe foi outorgada pela comédia que estreia dia 19 e eu só vou poder ver na terça-feira, na cabine já prometida pela Warner. Se não gostasse tanto da Carey Mulligan, de ‘Educação’, ia torcer por Sandra esta noite. E a Meryl Streep, hein? Sei que tem gente que odeia ‘Julie & Júlia’, mas eu adoro a Meryl (e seu sotaque). Agora à tarde, quase perdi a hora de almoçar. Estava em casa, mas ao zapear na TV paga descobri que ‘Mamma Mia’ estava passando na rede Telecine. Na série ‘bad movies we like’, este é um dos meus favoritos. Fiquei naquela ‘Só mais um pouquinho’, só mais uma cena, e a hora passando… Meryl é maravilhosa em ‘Mama Mia’. Canta, dança, representa e se diverte. É o mais bacana da interpretação. O prazer imenso que ela passa, a euforia. Tudo bem que ‘Cantando na Chuva’ permanece como o maior – melhor? – energético do cinema, mas ‘Mamma Mia’ é um antidepressivo bem legal.