Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Quem é mesmo?

Cultura

Luiz Carlos Merten

24 Abril 2008 | 15h30

Estou queimando um óleo – batendo os pinos? Ainda se usam essas expressões? Mas ando esquecido. Outro dia, marquei uma entrevista num lugar e fiquei esperando o entrevistado em outro. Anteontem, fiz destaque nos filmes da TV sobre o ‘Hook’ porque queria usar a volta do Capitão Gancho para dizer duas ou três coisas sobre ‘Indiana Jones e a Caveira de Cristal’ em Cannes e também sobre o especial ‘Spielberg Fala de Spielberg’, que passava naquele dia na TV paga. Nem foi na pressa, mas ao citar o Capitão Gancho coloquei Al Pacino. Achei estranho, alguma coisa não batia direito (os pinos?), mas não parei para pesquisar. Antes tivesse – o personagem é interpretado por Dustin Hoffman, é claro! O incrível é que hoje uma colega veio comentar comigo e ela disse que também acha Al Pacino muito parecido com Dustin Hoffman. Não creio que sejam – foi engano mesmo -, mas fiquei pensando em ambos quando jovens. O Dustin, em ‘A Primeira Noite de Um Homem’ e ‘Perdidos na Noite’, depois em ‘Sob o Domínio do Medo’ (Straw Dogs, Cães de Palha), um Peckinpah que provocou muita polêmica no começo dos anos 70, com sua história do professor que pega em armas para se vingar dos homens que invadiram sua casa e sodomizaram sua mulher. Al em ‘Os Viciados’ (Panic in Needle Park) e ‘O Poderoso Chefão’, depois em ‘O Espantalho’ e ‘Serpico’, que eu amava e revi em Paris, neste começo de ano, numa cópia zero bala, num cinema de tela enorme (e o filme do Lumet continua bom). Eram geniais, os dois. Continuam – e eu tenho meu Pacino preferido, que é o do ‘Chefão 3’, aquela solidão pavorosa -, mas acho que o fato de serem ‘astros’ pesa em suas escolhas e, mais até no caso do Pacino, o tipo de personagem que ele costuma interpretar tem tirado muito do mistério dos filmes – a gente já sabe como ele vai se comportar. Viajando, viajando, estou aqui a me perguntar o que houve com Jerry Schatzberg. Me impressionei com ‘Os Viciados’ e ‘O Espantalho’ é um filme que gostaria de rever. O cara era tão prestigiado. Nunca vi o remake que ele fez, com Gene Hackman e Henry Thomas, daquele filme do Comencini que eu amo, ‘L’Incompresso’ (Quando o Amor É Cruel). Schatzberg sumiu… Terá morrido?