Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Que duplo!

Cultura

Luiz Carlos Merten

04 Fevereiro 2008 | 17h06

BARCELONA – Agradeço ao Ricardo que me informa sobre a próxima estréia de “Cloverfield – Monstro” na próxima sexta e aproveito para me corrigir. o produtor JJ Abraham é o cara de “Lost”, que teve uma sacada de gênio para promover o filme. Ele colocou na internet a imagem da cabeça da Estátua da Liberdade sendo arremessada longe, sem nenhuma informaçao sobre o que se tratava. Isto gerou o maior furor entre os internautas e o filme entrou arrebentando. Como já disse, o tal Abrams e o diretor Matt Reeve absorveram muito bem a liçao de “A Bruxa de Blair e fizeram um filme melhor – melhor também do que “Serpentes a Bordo”, que usou a mesma estratégia de lanÇamento. Completando as informaçoes sobre o Goya, preciso acrescenta – 1. O apresentador da festa chama-se José Caspacho e é um cômico muito conhecido (e apreciado) por aqui, 2. Uma ausência muito sentida foi a de Javier Bardem. Todo mundo esperava que ele comparecesse porque o Javier concorria com um filme que produziu, na categoria documentário. “Invisibles” levou o Goya, derrotando, entre outros, o Saura de “Fados”. O filme trata da organizaçao Médicos sem Fronteiras e teve vários diretores, entre eles Isabel Coixet, que fez o agradeciomento em nome do ator/produtor, e Wim Wenders. Agora, chega. Preciso parar porque encaro, dentro de alguns minutos, um programa duplo que, tenho certeza, muita gente gostaria de ver. A versao do diretor de “Blade Runner” e, na seq”uência, Woody Allen, “Cassandra’s Dream”

Encontrou algum erro? Entre em contato