Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Qual serah a ultima fronteira?

Cultura

Luiz Carlos Merten

13 Fevereiro 2007 | 22h11

BERLIM – Quase uma da manhah aqui na Alemanha e eu preciso ir dormir, porque levanto aas sete. Mas nao posso deixar de fazer dois registros. Assisti ao novo filme dos irmaos Taviani, La Masseria delle Allodole (The Lark Farm), e tive um choque. Hah tempos Paolo e Vittorio andavam fora do meu baralho, mas tive aqui uma emocao muito forte, parecida com a que tive em filmes deles como Pai Patrao, A Noite de Sao Lourenco (meu preferido) e Caos (com aqueles dois episodios, da mae e do lobisomem, que estao muito proximos do que seja um grande cinema para mim). Nao fazia a menor ideia do que tratava o filme. Adoro chegar assim em festivais. Tem gente que se prepara, vai aa internet em busca de informacoes, sabe tudo antecipadamente. Eu, nao. Quero ser surpreendido. Nao sabia, por exemplo, que La Masseria delle Allodole eh sobre o massacre dos armenios pelos turcos, no comeco do seculo passado. Alem do impacto politico, conta uma historia linda de amor. Atores conseguem ser maravilhosos. Moritz Bleibtrau faz o gay namorado de Woody Harrelson em The Walker. No filme dos Tavianis, ele eh o oficial turco que se apaixona pela garota armenia e… Nao vou contar. Esperem para ver. Bleibtrau eh tao convincente beijando Harrelson como olhando com desejo para a amada em La Masseria. Rapidissimo – fechei minha noite assistindo a 300, de Zack Snyder. O que posso antecipar eh que, do ponto de vista visual, foi uma das experiencias mais intensas que tive, ultimamente. Tenho a impressao que o cinema estah atingindo suas ultimas fronteiras. Nao sei mais o que ainda poderah vir de novidade, em termos de tecnica. Claro que vai vir, mas nao sei o que. E o filme tem Rodrigo Santoro como Xerxes (que eles pronunciam Sercsis), mas este eh um assunto que fica para amanhah.

Encontrou algum erro? Entre em contato