Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Qual é o filme?

Cultura

Luiz Carlos Merten

20 Setembro 2008 | 11h01

Havia feito um destaque na quinta-feira, no Guia do ‘Caderno 2’, sobre o último dia de exibição de ‘A Arte de Viver’, de Ang Lee, na programação noturna de clássicos do HSBC Belas Artes, que toda semana seleciona um filme de autor importante para exibir às 19h30. Sempre adorei aquele filme de Ang Lee e, aliás gosto muito da primeira fase dele, um chinês (de Formosa) que viveu sempre expatriado, sem renegar as tradções de seus ancestrais. ‘A Arte de Viver’ conta a historia do velho chinês que viaja para os EUA, ao encontro do filho, e encontra uma sociedade e uma cultura diferentes, nas quais tem dificuldade para se inserir. A arte de viver, que ele exercita, é absorvida do tai-chi-chuan e consiste em tentar desequilibrar o oponente, ao mesmo tempo em que o lutador se mantém de pé. Desde ontem, no mesmo horário, o HSBC Belas Artes exibe outro filme inicial de Ang Lee, ‘Banquete de Casamento’, que precedeu ‘Comer, Beber, Viver’. O diretor já falava sobre homossexualismo reprimido, não foi uma coisa que começou com ‘O Segredo de Brokeback Mountain’. Vejam, ou revejam, e a gente conversa. Queria fazer uma indicação da Sessão Cinéfila, daqui a pouco (meio-dia), no Espaço Unibanco. Procurei no Guia do ‘Estado’ e o filme é ‘Profecia de Um Delito’, um Chabrol de 1975. Que raio de filme é esse? Naquele ano, Chabrol fez ‘Les Innocents ax Mains Sales’, com Romy Schneider; ‘Les Magiciens; e ‘Follies Bourgeoises’. Nenhum teve esse título no Brasil. Chamaram-se ‘Os Inocentes de Mãos Sujas’, e Romy estava deslumbrante; ‘Os Mágicos’ e ‘Vidas em Fogo’. Dos filmes de Chabrol daquela época, o que mais se aproximaria do título assinalado seria ‘Les Liens du Sang’, mas é de 1977. Seja qual for o filme, é Chabrol. Deve ser bom. Estou até pensando em correr para ver.