Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Pura adrenalina

Cultura

Luiz Carlos Merten

07 Dezembro 2011 | 08h54

DUBAI – Ontem, ou anteontem, tentei ser blaseh, hoje vou exibir outra faceta minha. O deslumbrado? Naoh sei se eh o termo, mas eh impressionante como o cinema tem me levado a lugares inesperados. Visitando o set daquele 007, `Solace alguma-coisa`, fui ao deserto do Atacama, visitar o maior telescopio do mundo. Na volta para Antofagasta, jah contei isso, era noite, o microonibus parou na beira da estrada e nos deitamos – naoh era um grupo grande – no solo para olhar o ceu. Nunca vi tantas estrelas, e com aquela nitidez. O Atacama tem o ar mais rarefeito do mundo, dai a construcaoh, naquele lugar, do telescopio gigante. Hoje pela manhah, seis horas atras de voces, aih no Brasil, posso dizer que visitei o topo do mundo. Burj Khalifa eh o predio mais alto do planeta. Soh entrar ali e ver, nas paredes do subsolo que dah acesso aos elevadores, a carta de intencoes e o processo criativo da obra genial de Adrian Smith, jah seria, e foi, extraordinario para o estudante de arquitetura que fui. E aih a gente entra no elevador e durante um minuto veh os numeros dos andares passando vertiginosamente, tao rapidos quanto os segundos. 124.o andar!  Voceh sai do elevador – deixem-me aplicar o gauches, `Tu sai do elevador` – e tem outra percepcaoh do mundo. Ateh os demais predios altos ao redor, bagatelinhas de 50/60 andares, viram maquetes. Pois foi ali a coletiva de `Missaoh Impossivel, Protocolo Fantasma`. Boa parte da entrevista girou em torno ao tema da coragem/loucura de Tom Cruise. Na cena mais eletrizante do filme, ele se pendura nas paredes externas de Burj Khalifa. Como produtor de `MI-4`, permitiu que o astro Tom Cruise fizesse a cena. Tirou sarro – `As seguradores naoh deixam que eu ande de moto, mas me pendurar aqui pode.` Naturalmente que todas as precaucoes foram tomadas e que, por motivos estrategicos – o efeito do vento na camera etc -, o plano foi feito 60 ou 70 andares abaixo. Mas a verdade eh que Tom Cruise teve de se pendurar na ponta de uma corda e saltar para o vaoh aberto com a destruicaoh de uma janela. Por que ele fez? `Porque o publico ia gostar.` Eu gostei. Adrenalina pura. Cruise, beirando os 50 anos – um senhor! – continua mantendo o entusiasmo de garoto pelo cinema. Neste sentido, me identifico muito com ele. Voces sabem que naoh tiro fotos. Nem tenho como. Naoh carrego cameras nem celular. As vezes, como hoje, no topo de Burj Khalifa, acho que eh egoismo de minha parte. Voces, que amam o cinema como eu amo, teriam adorado aquela vista.

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Encontrou algum erro? Entre em contato