Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Provocação(zinha)

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Provocação(zinha)

Luiz Carlos Merten

05 Março 2008 | 14h21

Fui fazer uma pesquisa no arquivo do ‘Estado’ e lá estava, na mesa, o ‘Caderno B’ do ‘Jornal do Brasil’ de hoje. Na capa, sob o título ‘Superprodução da Pedra Lascada’, a entrevista que Mário Abbade fez, em Los Angeles, com o diretor Roland Emmerich, de ‘10.000 a.C.’, sobre o qual manifestara minha opinião simpática num post anterior. Resolvi dar uma olhada e encontrei uma, aliás, duas pérolas do diretor e produtor alemão. Ele diz que adora superproduções e acrescenta que nunca vai ser elogiado pelos críticos nem ganhar o Oscar. Bingo! A pérola – Roland Emmerich diz que quem deveria ter recebido o Oscar deste ano era ‘O Ultimato Bourne’. Eu preferia ‘Senhores do Crime’ e – entre os indicados – ‘Desejo e Reparação’, mas não creio que o Emmerich esteja muito errado, não. A própria Academia sabia que não poderia ignorar o thriller de Paul Greengrass da série com Matt Damon e lhe atribuiu três prêmios. Foram Oscars técnicos, mas três, incluindo o de melhor montagem (um prêmio importantíssimo). Vale lembrar que, num ano de pulverização dos troféus, o recordista do ano – ‘Onde os Fracos não Têm Vez’, dos irmãos Coen – teve quatro, um a mais do que ‘Bourne’