Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Prêmio para Juliana Rojas

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Prêmio para Juliana Rojas

Luiz Carlos Merten

24 Maio 2012 | 20h14

CANNES – Jantamos hoje, um grupo grande e legal, quer incluía Neusa Barbosa, Mariane Mortisawa (ela estava ameaçando me matar se não corrigisse seu nome, que postei aqui outro dia como ‘Mariana’), Rodrigo Salem, Carlos Eduardo e a Paula Ferraz, da Califórnia. Foi justamenmte a Paula quem recebeui a mensagem de Juliasna Rojas,. informando que seui curta ‘O Duplo’ ganhou uma menção na Semana da Crítica. Gostei bastante do curta da co-autora de ‘Trabalhar Cansa’, sobre o qual publiquei uma nota no jornal. O melhor curta, muito bonito, foi ‘Un Dimanche Matin’, de Damien Manivel, sobre num homem que, todo do0mingo de manhã, leva seu cão para passear. Antes do jantar, havíamops assistido ao novo Sergei Loznitsa, ‘In the Fog’. Vocês sabem da minha admiração pelo autor de My Joy’. Loznitsa é poderoso e, no novo filme, dá novo show de mise-en-scène, com planos sequências muito elaborados, que de repente ele corta em busca de um impacto dramático (ou visual). O film,e passa-se durante a 2.ª Guerra. Dois homens partem em busca de um terceiro, suspeito de colaboracionismo. O tema do herói e do traidor, o suposto traidor é o resistente da história. Moral emj concordata, ninguém é inocente em tempo de guerra. “Os olhos e orelhas são pobres testemunhas para aquele cuja alma é bárbara”, Heráclito. A citação, que caberia em ‘My Joy’, realça o fundo de tragédia de ‘In the Fog’. Carlos Reygadas cita um trecho de ‘Guerra e Paz’, mas quem entende, e recria, Tolstoi é Loznitsa, até, mas não creio que exclusivamente, por ser russo. Poderia falar muito mais sobre o filme, mas é tarde e daqui a pouco preciso estar 100% para o Cronenberg, ‘Cosmópolis’. Amo a fase Viggo Mortensen de David, que foi ficando cada vez melhor em seus três filmes com o ator. Todo mundo me assusta dizendo que ‘Cosmópolis’ se liga mais ao Cronenberg anterior, ao de ‘Crash’, que não é o meu favorito. Minha manhã terá, na sequência do filme estrelado por Robert Pattinson, uma entrevista com a srta. Crepúsculo, Kristen Stewart. Lá vou eu dormir, porque a sexta será longa.