Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Por que no Japaoh?

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Por que no Japaoh?

Luiz Carlos Merten

16 Abril 2007 | 22h15

TOQUIO – A preh-estreia mundial de Homem-Aranha 3 foi uma festa para ninguem botar defeito. O local escolhido foi Rappongi Hills, onde se situa o complexo de cinemas da Toho, companhia mitica do cinema japones. A exibicaoh foi precedida de shows de stunts que, vestidos com os unifirmes do Homem-Aranha, Venom e do Duende Verde, executaram todio tipo de acrobacia no ceu de Toquio. Houve show de um magico, um David Copperfield local, danado de bom com o baralho. Apos o filme, houve uma festa suntuosa no proprio complexo de Rappongi Hills, onde fica City View Tokyo, uma torre que fornece uma vista espetacular da cidade. Tudo isso favorece o deslumbramento, mas eh preciso manter a cabeca fria. A Sony, que detem a marca Columbia, eh uma empresa local, mas como representa Hollywood estah preocupada com um fenomeno preocupante – para eles. O Japaoh, segundo maior mercado do mundo para o cinema americano, no ano passado viu encolher a partipacaoh de Hollywood, ameacada pelo crescimento do cinema asiatico, naoh apenas com producoes do Japaoh, mas tambem da Coreia e da China, que arrastaram multidoes aos cinemas do pais. Como consequencia, a Sony naoh apenas estah privilegiando o mercado japones, fazendo aqui a preh-estreia mundial de Homem-Aranha 3. Nos EUA, como no Brasil, o filme vai iniciar sua carreira no dia 4. No Japaoh, tres dias antes – no dia 1.o. Consideracoes mercadologicas aa parte, Homem-Aranha 3 mostra que Sam Raimi trouxe vida inteligente para o cinemaoh. O que lhe interessa eh o personagem, naoh a parafernalia de efeitos, que estah ali para construir o drama, naoh como mero exibicionismo. O heroi teen vira um heroi etico depois de cionfrontado com seu lado escuro – o uniforme negro de Venom, arquinemesis de SpiderMan, opera mudancas profundas no carater do personagem. Eh um filme sobre amizade e sacrificio, sobre paternidade e perdaoh, mas isso teremos tempo de analisar dentro de duas semanas, quando vocehs tambem tiverem visto Homem-Aranha 3. Agora, chega. Estou indo para a coletiva. Com os atores, foi possivel conversar individualmente, mas com Sam Raimi soh a coletiva, daqui a pouco.