Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Pérolas

Cultura

Luiz Carlos Merten

27 Abril 2007 | 16h22

RECIFE – Festival tem dessas coisas. O Cine-PE reservou suas grandes atrações para o fim de semana, quando ocorre o estouro de público. Durante toda a semana, as pessoas lotam o Cine-Teatro Guararapes, mas sexta e sábado é uma loucura e parece que o público de pé dobra. Mas, enfim, duas das maiores atrações dessa 11ª edição – as duas maiores? – ficaram para o encerramento. Hoje, passa Não por Acaso, de Philippe Barcinski, com Rodrigo Santoro e Leonardo Medeiros, e amanhã a competição se encerra com Cão sem Dono, de Beto Brant. Gosto de Os Doze Trabalhos, de Ricardo Elias, que passou ontem, mas não querendo influenciar o júri – e esperando que eles leiam e sejam influenciados, com certeza -, acho que o ouro desse festival poderá vir daqui. Gosto muito de Cão sem Dono e estou tinindo para ver Não por Acaso, no qual ponho a maior fé (e espero não me decepcionar). Barcinski chegou ontem e já o encontrei várias vezes. Pela manhã, ele me informou que não está nervoso com o veredito da platéia recifense, mas ansioso, o que é diferente, acrescento eu. O que quero dizer é o seguinte. Os filmes mais esperados, paradoxalmente, correm o risco de ser os com menor mídia do 11° Cine-PE. É simples. Que jornal, principalmente fora do Recife, terá condições de dar, amanhã, alguma coisa sobre a sessão de hoje? E a de sábado? Só na segunda e aí o festival já estará encerrado – a premiação será no domingo à noite, com transmissão direta pelo Canal Brasil, a partir das 20 horas, é bom acrescentar. Ou seja, a menos que o filme do Beto ou o do Barcinski ganhem, não terão muito espaço. Sinceramente, estou postando isso e, ao mesmo tempo, dou-me conta da contradição (se antes havia um paradoxo). Esses filmes, de qualquer maneira, terão mais exposição ao estrear. Os demais, sobre os quais temos falado até agora, são mais miúras (documentários, docudramas, curtas) e necessitam da exposição que vêm tendo. Situação complexa, admito, mas sempre existe a internet (e o blog…) para que a gente reporte, amanhã e domingo, o que deve ocorrer nestas noites quentes do Recife. Só reforço. Eu também estou ansioso pelo Não por Acaso. Daqui a pouco…