Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Os números de ‘Avatar’

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Os números de ‘Avatar’

Luiz Carlos Merten

22 Dezembro 2009 | 09h30

PORTO ALEGRE – Pela procedência, vocês já sabem onde estou. Desde ontem, cheguei à tarde, debaixo de chuva, à qual se seguiu um calor de matar. O abafamento em Porto é qualquer coisa. Fico até sábado, quando regresso a São Paulo e,embora, teoricamente, esteja em folga de Natal, tenho algumas entrevistas para fazer e textos para redigir. Ótimo. Sinto muito perlos outros, mas trabalho, para mim – o meu trabalho -, é a melhor diversão. Comecei a ler ontem o novo Dan Brown, ‘O Símbolo Perdido’, que o próprio escritor, na coletiva de lançamento de ‘Anjops e Demônios’, em Roma, em maio, definiu como seu livro mais movimentado – o mais ‘cinematográfico’ – esperando que Ron Howard e Tom Hanks mais uma vez o transformem em filme. Pretendo postar alguma coisa sobre o autor de ‘O Código da Vinci’ daqui a pouco, mas agora quero falar de ‘Avatar’. Espero rever hoje o filme de James Cameron em 3D e, depois, em cópias comuns em 35 mm. Depois de assistir e me impressionar com o filme em Imax, quero conferir o que se perde nesses outros formatos. ‘Avatar’ entrou arrebentando em seu primeiro fim de semana, fazendo um total de US$ 232 milhões, dos quais mais da metade, US$ 159 milhões, vieram do mercado externo. O número impressiona, como o próprio filme, mas o desempenho no chamado mercado interno, EUA e Canadá, foi considerado decepcionante e muito gente atribui o faturamento reduzido – em termos, US$ 73 milhões -, às fortes nevascas que atingiram o hemisfério norte e desestimularam o público a sair de casa para ver filmes. Considerando-se que ‘Avatar’ deve ter custado entre US$ 400 milhões e US$ 500 milhões, o filme precisa faturar três vezes mais para se tornar rentável. Ou seja,, entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,5 bilhão. O primeiro fim de semana atípico ainda não permite projetar se isso vai ocorrer. Os números, de qualquer maneira, ficaram abaixo dos alcançados por ‘Eu Sou a Lenda’ e ‘O Senhor dos Anéis – As Duas Torres’, que são recordistas de arrecadação no primeiro fim de semana. Estou falando de dinheiro pela curiosidade e pelo que revela de tendência de público. Se fracassar ou fizer sucesso, isso não vai mudar em nada a emoção que experimentei ao ver ‘Avatar’ pela primeira vez – e espero repetir hoje.

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Encontrou algum erro? Entre em contato