Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Os 50 +

Cultura

Luiz Carlos Merten

22 Abril 2009 | 10h59

Parece mentira, mas já estamos em 22 e desde o começo do mês tenho a revista da Net, de abril, aqui na minha mesa, como ferramenta para os filmes na Tv. A chamada de capa refere-se aos 50 melhores filmes do século 21, que um júri vip de 250 críticos, cinéfilos, artistas e personalidades do Brasil e do exterior escolheu a pedido da revista. Manuseio a publicação todo dia e nunca tivera a curiosidade de ver a tal lista. Olhei hoje. ‘Sonata de Tóquio’, de Kiyoshi Kurosawa, ficou em 50º lugar, ‘Volver’, de Pedro Almodóvar, em 43º, ‘Moulin Rouge’, de Baz Luhrmann, em 36º, e ‘Serras da Desordem’, de Andrea Tonacci, em 31º. Estou pinçando títulos importantes meio ao azar. Mas agora vamos aos dez mais, do décimo para o primeiro. ‘O Pianista’, de Roman Polanski; ‘Elefante’, de Gus Van Sant; ‘O Senhor dos Anéis’, de Peter Jackson; ‘Cidade dos Sonhos’, de David Lynch; ‘Ponto Final – Match Point’, de Woody Allen; ‘Fale com Ela’, de Pedro Almodóvar; ‘Dogville’, de Lars Von Trier; ‘A Vida dos Outros’, de Florian Henckel von Donnersmarck; ‘Brilho Eterno de Uma Mente sem Lembranças’, de Michel Gondry (em segundo) e, primeiríssimo, tã-tã-tã… ‘Cidade de Deus’, de Fernando Meirelles. Que tal a seleção? Aprovam? Eu remanejava vários títulos, cassava outros, mas gostei do ‘City of God’ – uso o título em inglês para aquele cara me chamar de pedante e pseudo-intelectual de novo – na cabeça. Não creio que votasse em ‘Cidade de Deus’ para primeiro e muito menos em ‘Brilho Eterno’ para segundo – se ainda fosse ‘Rebobine, por Favor’ -, mas gosto de que o filme do Fernando esteja lá. Como diria a Tam, dá orgulho de ser brasileiro (pelo filme, não pela realidade retratada).