Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Ora viva a Lume!

Cultura

Luiz Carlos Merten

12 Outubro 2010 | 14h25

Não sou muito de ficar navegando na rede, e menos ainda de twittar ou de trocar mensagens (no Messenger), mas se há uma coisa que gosto de fazer é entrar no site da 2001 – www.2001video.com.br – e clicar nos lançamentos em DVD para ficar sabendo das novidades. Foi o que fiz há pouco e descobri que a Lume lançou duas preciosidades. Uma delas é ‘O Jardim dos Finzi Contini’, que deu a Vittorio De Sica seu quarto Oscar (após ‘Vítimas da Tormenta’, ‘Ladrões de Bicicleta’ e ‘Ontem, Hoje e Amanhã’). O outro, bem mais raro, é de um filme que nem teve lançamento comercial no Brasil, ‘Wanda’, o único realizado por Barbara Loden. Ex-mulher de Elia Kazan, ela fazia a irmã de Warren Beatty em ‘Clamor do Sexo’. Virou diretora, mas morreu precocemente, de câncer, em 1980. Nunca vi ‘Wanda’, mas sempre ouvi maravilhas sobre o filme, sobre uma dona de casa que não tem voz para nada e v~e a vida passar, sempre de roupão e atirada no sofá da sala. O marido a abandona, ela perde a guarda dos filhos. Wanda, interpretada pela própria Barbara Loden, reage ligando-se a um ladrão, que a arrasta numa vida de violência. Até onde sei, o tom é carregado, desglamourizado e Barbara dirige os atores mais para John Cassavetesa do que para o próprio Kazan. Ora viva a Lume. Mais duas bolas dentro. Vou atrás de ‘Wanda’. Espero que o DVD já esteja nas lojas (da 2001, pelo menos).