Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Olho no dia 15!

Cultura

Luiz Carlos Merten

31 Março 2010 | 13h04

Meu amigo Ubiratan Brasil catou mais duas informações sobre DVDs na rede. A Lume, finalmente, estará colocando nas lojas, dia 15 de abril, dois dos maiores filmes do cinema, que também ocorrem ser obras cults para mim. O primeiro eu sei que é para mim e um milhão de outros fanáticos – ‘Splendor in the Grass’, Clamor do Sexo, de Elia Kazan, com a dupla Natalie Wood/Warren Beatty. O que eram belos esses dois…  Warren Beatty fez plástica ou colocou (aplicou? Como se diz?) botox e ficou esquisito, mas quando jovens Natalie e ele eram deuses. Há três anos, no ano do 60º aniversário, Cannes espalhou pela Croisetter aquelas fotos de velhos festivais. Havia uma de Natalie e Beatty na Croisette, apaixonadíssimos, porque ele, um dos maiores garanhões da história de Hollywood, não deixou passar e teve um tórrido affair com sua estrela. Pensamento  mais machista – poderia escrever o contrário, que Natalie não deixou passar seu belo parceiro. Independentemente de considerações extra-filme, ‘Clamor do Sexo’ é maravilhoso e o desfecho era considerado pelo próprio Kazan a coisa mais madura que ele filmou ao longo de décadas de carreira. O outro lançamento da Lume é “Eva’, a obra-prima de Joseph Losey, com Jeanne Moreau, que apoiou o diretor, quando os produtores, os irmãos Albert e Raymond Hakim,  retalharam o filme, o que nunca impediu que ‘Eva’ entrasse para um circuito reduzido de obras cultuadas como o que de melhor produziu o cinema.  Acho muito interessante que a Lume, conscientemente ou não, refaça no Brasil a ponte que Michel Ciment estabelece no volume ‘Kazan Losey’, no qual funde os livros que lançou anteriormente sobre os dois grandes autores.  Ciment lembra que Kazan e Losey foram unidos, tragicamente, pelo macarthismo, o primeiro como colaborador, o outro entrando para a lista negra. Seus caminhos nunca se cruzaram, exceto quando Losey, jurado em Cannes,  se opôs a que Kazan fosse premiado com ‘Os Visitantes’. Pode ser mera coincidência, mas os lançamentos conjuntos de dois filmes tão essenciais prometem estar entre os maiores do ano, em DVD. Olho no dia 15!