Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Olha eu aqui!

Cultura

Luiz Carlos Merten

16 Setembro 2007 | 14h29

LOS ANGELES – Pela procedencia, voces jah viram onde estou, desde ontem. Tive um dia muito atribulado na sexta, fazendo entrevistas, indo a medicos e redigindo materias que tinha de deixar prontas. No final da tardem, peguei um daqules congestonamentos tipicos de sexta-feia no final da tarde, a caminho de Cumbica, Guarulhos. Quase perdi o voo e a consequencia eh que nao tive tempo de postar alguma coisa antes do embarque, o que faco (leiam como se fosse fasso) agora. Estou aqui para entrevistar Milla Jovovoch, no comeco da tarde. Tem muita coisa atraente passando noas cinemas. Quero ver, por uma questao de gosto pessoal, o western 3;10 to Yuyma, de James Mangold, remake do velho filme homonimo (Galante e Sanguinario), de Delmer Daves, com Russell Crowe no papel de Glenn Ford e mais Christian Bale no elenco. Gosto muito dos westerns de Daves, que os franceses chamavam de documentarista do western, por seu cuidado muito acurado com os detalhes. Posso ate duvidar que Mangold consiga fazer alguma coisa tao boa, mas estah havendo aqui um tal alvoroco (leiam alvorosso) pelo filme, como se Mangold estivesse reinventando o western, que eu quero conferir. Confesso que existem outros filmes que gostaria de ver hoje (volto amanha), mas terei de escolher entre The Brave One, de Neil Jordan, com Jodie Foster – fala-se nela para um terceiro Oscar -; The Kingdom, de Peter Berg, com Jamie Foxx; Eastern Promises, o novo David Cronenberg, com Viggo Mortensen e Naomi Watts; e mais dois filmes com Brad Pitt, The Assassination of Jesse James, pelo qual ele ganhou o premio de melhor ator em Veneza (mas este passa no Festival do Rio e posso deixar para ver lah); e Slick, tambem com Keyra Knightley, que passou em Toronto e virou o queridinho dos criticos. Vi um filme muito simpatico, Once, sobre o romance entre um musico irlandes de rua e uma garota checa. Os criticos daqui estao amando e o filme ganhou o premio do publico no Sundance. espero que passe no Festival do Rio ou na Mostra de Sao Paulo. Nem sei por que fui ver. Porque era o que me sobrava no horario, acho, mas nao me arrependi. Na volta conto mais. O uso da internet eh muito caro no hotel e eu nao trouxe notebook. (e desculpem a falta de acentos e cedilha, que tentei compensar.)

Encontrou algum erro? Entre em contato