Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » O sonho do ovo

Cultura

Luiz Carlos Merten

31 Agosto 2007 | 14h16

Acho que estou devendo um post ao pessoal que fez Cinemas, Ovos e Cerveja. Aos dois Brunos, ao Rafael, ao Murilo e ao Éwerton, todos estudantes de cinema e que participaram do concurso da Cinnamon e da Casa de Cinema de Porto Alegre, com apoio do Estadão, para promover o lançamento de Saneamento Básico – O Filme. Jorge Furtado fez um filme sobre a realização de um vídeo por uma comunidade mais interessada na construção de uma fossa. Já falamos muito sobre o filme do Jorge, sobre suas qualidades e limites (e sobre o que há de crítico, e irônico, nessa política pública que dá dinheiro para um vídeo, mas não para o saneamento básico numa pequena cidade). O tema do concurso era O Sonho do Ovo e este pessoal talentoso concorreu com Cinemas, Ovos e Cerveja, um filme metalingüístico, sobre um sujeito que ‘rouba’ a idéia de um cineasta. Cinemas, Ovos e Cerveja foi o primeiro dos quatro vídeos escolhidos na pré-seleção da Casa de Cinema e que foram submetidos à comissão julgadora, formada por Jorge Furtado, pela representante de Rodrigo Saturnino, da Columbia, e por mim, já que Lázaro Ramos, que deveria integrar o grupo, não chegou a tempo de participar da votação, na sexta passada, na cabine da Sony, no RoboCop, aquele prédio revestido de alumínio na Av. Nações Unidas. Adorei o filme e fui o maior defensor para que ganhasse. Achei muito divertido como piada, bem executado esteticamente (o plano-seqüência do começo é ótimo) e, para culminar tudo isso, pode-se fazer uma leitura metafórica muito rica (e até polêmica) sobre o ato de roubar no cinema (idéias, recursos e por aí afora). Aos interessados – espero que você esteja –, cabe destacar que os quatro finalistas do concurso, incluindo o vencedor, todos (ou cada um) com 5 minutos de duração, podem ser checados no site da Casa de Cinema. Vejam! Só para encerrar – já que o tema era ‘O Sonho do Ovo’, esta era a pergunta que o ‘ladrão’ fazia ao diretor do filme (possível) dentro do filme. Qual é o sonho do ovo? Ora, ser galo! Corre o pano rápido!