Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » O secretário… (1)

Cultura

Luiz Carlos Merten

15 Setembro 2006 | 10h27

Como secretário de Estado da Cultura, João Batista de Andrade foi 10 (ou quase isso) esta semana, ao anunciar os novos investimentos no cinema paulista. Flávia Guerra, repórter do Estado que esteve no Palácio dos Bandeirantes, conta que o secretário teve o apoio da classe ao anunciar que, este ano, os investimentos chegarão a R$ 23 milhões, por meio do Programa de Fomento ao Cinema Paulista e do Programa de Ação Cultural, que compreende a nova Lei de Cultura. O próprio João Batista disse que se trata de um marco. O próprio governador Cláudio Lembo, embora recopnhecendo que ainda é pouco, disse que se trata de um avanço histórico. A grana anunciada deve vir, em parte, através das leis do Audiovisual e Rouanet, que devem contabilizar R$ 9 milhões (R$ 5,5 milhões das estatais paulistas e R$ 3,5 milhões de empresas privadas). O restante dos R$ 23 milhões virá de recursos diretos do orçamento da secretaria de Estado da Cultura, que vai investir R$ 8 milhões, e da renúncia fiscal, com a nova Lei do ICMS, com R$ 6 milhões. Ainda não é o ideal, mas é mais do que foi investido nos últimos anos. A medida chega em boa hora, quando a classe cinematográfica do Estado ainda está em pé de guerra com a mãezona do cinema brasileiro, a Petrobrás, cujo recente edital contemplou – é a queixa dos paulistas – quase que só projetos do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato